sábado, 21 de março de 2009

Perdão







Quanto maior for o seu conhecimento, maior será a cobrança, disse-me um profundo conhecedor das leis do Universo.

Na primeira vez que ouvi não dei muita atenção ao fato e na realidade tive dificuldades para entender o real significado e a profundidade da afirmação.
O tempo e meus estudos mostraram a realidade dos fatos.
Sim, existe cobrança e ela se faz mais presente quanto mais evoluímos.
A ignorância não é cobrada.

O desconhecimento faz com que o peso do efeito do livre arbítrio tenha sérias sanções em nossas vidas.

Não adianta procurarmos culpados.
Não é recomendado querermos buscar falhas nos outros quando somos, verdadeiramente, os únicos responsáveis pela nossa colheita.

O que fazer então? Simples, mas difícil de se executar.

Viver conforme sabemos ser a verdade é o grande segredo.

Recentemente passei por uma prova.
Sem perceber deixei-me envolver pelo sentimento de revolta, mágoa e comecei a padecer.
Não dormia.
Tinha dificuldade em fazer a digestão.
Minha pressão arterial havia desregulado.
Fiz uma auto-análise e descobri a causa de meus problemas.
Eram meus pensamentos e conseqüentemente minhas atitudes... Meditei.
Mudei e colhi o fruto.
Melhorei.

Mas tive uma ajuda.

"Ninguém que aprenda a perdoar poderá deixar de lembrar de Deus.
O perdão é, portanto, tudo o que precisa ser ensinado, pois ele é tudo que precisa ser aprendido.
Todos os bloqueios à lembrança de Deus são formas de não-perdão, e nada mais.
Isso nunca fica explícito para o paciente, e só de vez em quando o fica para o terapeuta.
O mundo tem convocado todas as suas forças contra essa percepção, pois nela reside o término do mundo e tudo aquilo que ele representa".

Nada para ser acrescentado, você não acha?

Saul Brandalise Jr.







2 comentários:

Malu e a Vida!!! disse...

Olá Rita. Lendo este post, veio a minha mente, instantaneamente, a oração do Perdão, que fizemos juntas diversas vezes. Tantas que perdi a conta. E a cada vez a mim, parecia como sendo a primeira vez. Tenho aprendido que para conseguir realmente perdoar, devemos começar por nos perdoar, nos levar menos a sério...faz muito bem!

Beijo grande

Arlete disse...

Olá Rita, realmente nada a acrescentar!
Um beijo no seu coração!
Arlete