quarta-feira, 30 de abril de 2008

Sentimentos - Ingratidão




Imagens, Mensagens, Frases e Vídeos - Tristeza - Orkut



Causa-te surpresa o fato de ser o teu acusador de agora, o amigo aturdido de ontem, que um dia pediu-te abrigo ao coração gentil e ora não te concede ensejo, sequer, para esclarecimentos.

Despertas, espantado, ante a relação de impiedosas queixas que guardava de ti, ele que recebeu, dos teus lábios e da tua paciência, as excelentes lições de bondade e de sabedoria, com as quais cresceu emocional e culturalmente.
Percebes, acabrunhado, que as tuas palavras foram, pelo teu amigo, transformadas em relhos com os quais, neste momento, te rasga as carnes da alma, ele, que sempre se refugiou no teu conforto moral.
Censura-te a conduta, o companheiro que recebeste com carinho, sustentando-lhe a fragilidade e contornando as suas reações de temperamento agressivo.
Tornou-se, de um para outro momento, dono da verdade e chama-te mentiroso.
Ofereceste-lhe licor estimulante e recebes vinagre de volta.
Doaste-lhe coragem para a luta, e retribui-te com o desânimo para que fracasses.
Ele pretende as estrelas e empurra-te para o pântano.
Repleta-se de amor e descarrega bílis na tua memória, ameaçando-te sem palavras.
Não te desalentes!
O mundo é impermanente.
O afeto de hoje torna-se o adversário de amanhã.
As mãos que perfumas e beijas, serão, talvez, as que te esbofetearão, carregadas de ódio.
Há mais crucificadores do que solidários na via de redenção.
Esquecem-se, os homens, do bem recebido, transformando-se em cobradores cruéis, sem possuírem qualquer crédito.
Talvez o teu amigo te inveje a paz, a irrestrita confiança em Deus, e, por isto, quer perturbar-te.
Persevera, tranqüilo!
Ele e isto, esta provação, passarão logo, menos o que és, o que faças.
Se erraste, e ele te azorraga, alegra-te, e resgata o teu equívoco.
Se estás inocente, credita-lhe as tuas dores atuais, que te aprimoram e te aproximam de Deus.
Não lhe guardes rancor.
Recorda que foi um amigo, quem traiu e acusou Jesus; outro amigo negou-o, três vezes consecutivas, e os demais amigos fugiram dele.
Quase todos O abandonaram e O censuraram, tributando-Lhe a responsabilidade pelo medo e pelas dores que passaram a experimentar.

Todavia, Ele não os censurou, não os abandonou e voltou a buscá-los, inspirá-los e conduzi-los de volta ao reino de Deus, por amá-los em demasia.
Assim, não te permitas afligir, nem perturbar pelas acusações do teu amigo, que está enfermo e não sabe, porque a ingratidão, a impiedade e a indiferença são psicopatologias muito graves no organismo social e humano da Terra dos nossos dias.


O pior dos defeitos é a ingratidão, a quem beneficiamos ontem, nos despreza e apedreja hoje.


terça-feira, 29 de abril de 2008

Pela PAZ



Orkut Graphics - Angels

Se há tanta paz...
Se há tanta paz no azul que o céu abriga,
E há tanto azul que tanto bem nos faz,
Se há tanto azul e há tanto céu, me diga
Por que é que o homem não encontra a paz?
Se há tanta paz no verde-mar da onda
Que faz-se verde e em branco se desfaz,
Se há tanta onda pelo mar, responda:
Por que é que o homem não encontra a paz?
Se há tanta paz no olor das multicoresFlores:
orquídeas, rosas, manacás...
Se há tanta paz em cada flor e há tantas flores
Por que é que o homem não encontra a paz?
Se há tanta paz nos cânticos suaves
Que entoam na alvorada os sabiás,
Se há paz num canto de ave e há tantas aves,
Por que é que o homem não encontra a paz?
Se há tanta paz na brisa que desliza
Sobre as folhagens, tímida e fugaz;
Se há tanta paz na brisa e há tanta brisa,
Por que é que o homem não encontra a paz?
Se há tanta paz nas expressões tão mansas
Que ao vir ao mundo uma criança traz,
E cada dia existem mais crianças,
Por que é que o homem não encontra a paz?
Se há tanta paz nos corações com fé
Que atrai o bem e afasta as coisas más,
Então oremos juntos, todos de pé,
Para que o homem encontre um dia a paz!


segunda-feira, 28 de abril de 2008

A ilusão




A ilusão é como aquele presente que chega enrolado num papel bem bonito, às vezes tanto que nem queremos abrir por medo, talvez, justamente de saber o que vem dentro.


Não buscamos ser enganados cientemente, mais inconscientemente desejamos que tudo o que é feio, mal, que faz mal, que decepciona, que fere fique em algum lugar longe do nosso alcance.


Fechamos então os olhos a certas coisas e preferimos viver na ilusão de que tudo vai bem.


Quantas pessoas não vivem assim a vida inteira de olhos fechados? O mundo não é um campo florido sem espinhos e em muitas ocasiões, particularmente ante o desconhecido, precisamos abrir nós mesmos o caminho para uma vida plena. E o que é uma vida plena?


É a vida cheia da maturidade e do conhecimento do bem e do mal e a faculdade de poder fazer uma escolha. O desconhecimento do mal não diminui nosso sofrimento, apenas encobre-o e dá-nos a ilusão de que tudo vai bem. É como estar doente e preferir ignorar, o tratamento não vem e menos ainda a cura ou a possibilidade dela.


Pessoas mentem-se porque não têm coragem o bastante para encarar a realidade, enfrentá-la e passar por cima dela. Muitos vivem de falsas felicidades, máscaras que preferem colocar diante dos outros e que somente nos momentos mais profundos de se estar consigo mesmos é que tiram e não podem impedir que as lágrimas corram.


Nessas horas são verdadeiras, feridas certamente, mas vivas e reais. É a maneira de encarar o mundo que diferencia os que chamamos de fracos e fortes. Os primeiros mentem-se e seguem assim e os segundos abrem essa embalagem bonita, decepcionam-se com o que encontram e se dizem que ainda assim construirão alguma coisa... porque viver é experimentar a vida nos seus pormenores, provar do doce e do amargo e ter no coração a certeza de que as verdades, mesmo doloridas, nos tornam mais fortes e nos condicionam a buscar o que há de melhor em nós.


Letícia Thompson
Música - Hey Jude - Beatles

domingo, 27 de abril de 2008

Basta um minuto





Imagens Para Orkut

Um minuto serve para você sorrir:
Sorrir para o outro, para você e para a vida.
Um minuto serve para você ver o caminho,
olhar a flor, sentir o cheiro da flor,
sentir a grama molhada,
notar a transparência da água.
Basta um minuto para você avaliar a imensidão do infinito,
mesmo sem poder entendê-lo.
Em um minuto apenas você ouve
o som dos pássaros que não voltam mais.
Um minuto serve para você ouvir o silêncio,
ou começar uma canção.
É num minuto que você dará o sim
que modificará sua vida... e basta.
Basta um minuto para você apertar a mão de alguém
e conquistar um novo amigo.
Em um minuto você pode sentir
a responsabilidade pesar em seus ombros:
a tristeza da derrota, a amargura da incerteza,
o gelo da solidão, a ansiedade da espera,
a marca da decepção e a alegria da vitória...
Quanta vitória se decide num simples momento,
num simples minuto!
Num minuto você pode amar, buscar,
compartilhar, perdoar, esperar, crer, vencer e ser...
Num simples minuto você pode salvar a sua vida...
Num pequeno minuto você pode
incentivar alguém ou desanimá-lo!
Basta um minuto para você recomeçar
a reconstrução de um lar ou de uma vida.
Basta um minuto de atenção para você
fazer feliz um filho, um aluno,
um professor, um semelhante...
Basta um minuto para você entender
que a eternidade é feita de minutos."


Música - Bon Jovi - I'll Be There For You

sábado, 26 de abril de 2008

Vida Nova

Recados Para Orkut




Você quer mudanças.
Você pede prosperidade.
Mas acorda, vai ao espelho e não vê novidades.
A vida transcorre igual pálida,
sem a energia que você gostaria.
Sua voz interior sopra " Vida Nova ",
mas tudo parece distante e difícil.
A culpa fica por conta do patrão, da sogra,
do governo, da falta de sorte,
Aí você resolve mudar!
Bem... " mas só segunda-feira" ,
" dia 1º " , " depois das férias " ...
Não raro, prevalecem outros fatores condicionais:
" Se eu tivesse dez anos menos ",
" se eu ganhasse na loteria "
ou" quando eu me casar " ,
" quando eu me aposentar " ...
Desculpas não faltam, não é mesmo?
Hoje pode ser um novo dia.
Basta você querer.
Se fizer as mesmas coisas de ontem,
obterá os mesmos resultados de agora.
Então, é preciso agir diferente e,
claro, com ousadia positiva e forte determinação.
Afinal, Deus nunca vai fazer por você
aquilo que você mesmo pode fazer...
Chega de enrolar a si próprio! É preciso agir!
É preciso decretar as mudanças que tanto almeja!
" Mudar " significa inovar, alterar costumes,
processar com coragem e força de vontade
as transformações que se fazem necessárias.
Chega de assistir à vida passar
do alto da cômoda cadeira dos críticos!
Chega de se colocar na condição de vítima!
Você pode e sabe que pode melhorar a sua vida.
A conquista de uma Vida Nova
requer persistência e autoconfiança.
Mas exige, sobretudo,
que você elimine de vez o vício de tudo adiar,
entendendo, definitivamente,
que está mais do que na hora de mudar...

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Caminhos da Alma

Desejando um excelente final de semana, deixo esta linda reflexão ao som de With or whitout you - U2




Há de passar por desertos gelados, desertos áridos e distantes.
Há de passar por desertos quentes, desertos áridos e escaldantes.
Há de subir montanhas, em escaladas solitárias.
Há de descer os abismos e as profundidades abissais.
Há de vagar solitário pelas multidões,
ouvindo “não” e vendo “costas”.
Há de ser rejeitado, repelido, renegado e humilhado.
Há de passar pelas trevas das ofensas humilhantes.
Há de caminhar de joelhos, morro acima, em vales escuros.
Há de se atolar em pântanos movediços,
onde cada passo é um fardo.
Há de caminhar descalço em brasas
e o mal tentará o desanimar.
Irá cruzar com “amigos” deprimidos, viciados e suicidas.
Terá de cruzar o vale da sombra da morte
para vencer os males que o atingem.
Terá de ter muita força para superar a própria fraqueza.
Depois de algumas vitórias, as portas, janelas, caminhos
e oportunidades começarão a se abrir.
Os gemidos alucinantes das dores terríveis irão embora.
O bálsamo da gratidão aliviará o seu peito.
A música da alma acalentará seus ouvidos;
a brisa suave o acariciará, ao invés da aspereza da ventania.
Os solos não serão mais de brasas,
mas de veludos macios e brilhantes.
O sol iluminará seus caminhos,
alternando-se com doces nuvens
a aliviá-lo e molhar seus ombros.
Grandes amigos e almas do passado
ressurgirão cheios de graça e amizade.
Os braços e os corações voltarão a se abrir para você.
A voz do consolo abençoará seu coração e aliviará sua alma.
Então cada dia de sua vida,
será um dia de sorriso cheio de alegria e,
cada dia vindouro, será sempre o melhor de todos.
Que bom! Achou o caminho de volta!
O caminho do bem que o abençoa e o enche de luz!
Abençoado seja o ser humano que vence as dificuldades
do retorno ao caminho do bem e se firma na seara da luz,
rente ao caminho do Pai!
Abençoados os seres humanos de boa vontade,
porque têm amparo: a mão do Senhor repousa em seus ombros.
Suas lágrimas nutrem a terra de amor e o Pai de alegria.
São almas resplandecentes,
que estão aprendendo a brilhar sozinhas e,
em breve, estarão como grandes sóis, possuindo luz própria.


quinta-feira, 24 de abril de 2008

Continuidade



Recados e Imagens - Frases e Pensamentos - Orkut


Talvez você ainda não entenda…

talvez a dor seja maior que qualquer explicação,

e onde você estiver enxergando aborrecimentos,talvez uma forma de tortura ou castigo,o “tempo” senhor das vidas, vai mostrar,que são apenas seqüências lógicas de nossas escolhas.

A vida segue sua marcha, independente das nossas dores…

Desfaça então qualquer julgamento na hora da dor, apenas reflita nas conseqüências de se continuar entre lágrimas,pense no que ficou e nos que ficaram,nos que dependem da sua continuidade.

Continuidade…essa é a palavra que deve servir como leme,que deve guiar nossas vidas até o último suspiro.

Somos hoje, o reflexo de ontem,amanhã, se houver um amanhãseremos outras pessoas em nós mesmos, feitos de sonhos, alegrias e decepções,uma nova vida em uma velha forma.

E quando partirmos, serão às nossas lembranças, os frutos que vão marcar na grande árvore da vida, a certeza da continuidade de nós mesmos, pois nossas sementes caídas no chão do tempo, brotarão flores ou frutos das nossas escolhas.

Flores do amanhã, da eternidade que habita em nós mesmos, pois tudo que é passageiro também é eterno simplesmente pelo valor que damos a cada passagem.

Valorize a vida e a beleza de ser o que você é, a eterna magia de descobrir o sentido do que é mais sagrado,a beleza de ser hoje, melhor do que fomos ontem, e a cada dia, dizer com certeza:“eu vou cada vez melhor”!


Paulo Roberto Gaefke


quarta-feira, 23 de abril de 2008

Sem marcas no coração

Uma música alto astral para que ao refletirmos, também possamos alegrar nossos corações.





Você já sentiu, alguma vez, a dor causada por uma pancada na quina da mesa, da cama, ou de outro móvel qualquer?
Sim, aquela pancada que quase nos faz perder os sentidos, e deixa um hematoma no corpo.
Em princípio surge uma marca avermelhada, depois arroxeada, e vai mudando de cor até desaparecer por completo.
Geralmente o local fica dolorido, e sempre que o tocamos sentimos certo desconforto.
A marca permanece por um tempo mais ou menos longo, conforme o organismo.
Agora imagine se, por distração, você bate novamente no mesmo lugar do hematoma...
A dor é ainda maior e a cor se intensifica.
Se isso se repetisse por inúmeras vezes, o problema poderia se agravar a tal ponto que a lesão se converteria num problema mais grave.
Com a mágoa acontece algo semelhante, com a diferença de que a marca é feita no coração e é causada por uma lesão afetiva.
No primeiro momento a marca é superficial, mas poderá se aprofundar mais e mais, caso haja ressentimento prolongado.
Ressentir quer dizer sentir outra vez e tornar a sentir muitas e muitas vezes.
É por isso que o ressentimento vai aprofundando a marca deixada no coração.
Como acontece com as lesões sofridas no corpo, repetidas vezes no mesmo lugar, também o ressentimento pode causar sérios problemas a quem se permite o ressentir continuado.
Se um hematoma durasse meses ou anos em nosso corpo, a possibilidade de se transformar em câncer seria grande.
Isso também acontece com a mágoa agasalhada na alma por muito tempo.
A cada vez que nos lembramos do que motivou a mácula no coração, e nos permitimos sentir outra vez o estilete na alma, a mágoa vai se aprofundando mais e mais.
Além da possibilidade de causar tumores, gera outros distúrbios nas emoções de quem a guarda no coração.
Por todas essas razões, vale a pena refletir sobre esse mal que tem feito muitas vítimas. Semelhante a um corrosivo, a mágoa vai minando a alegria, o entusiasmo, a esperança, e a amargura se instala...
Silenciosa, ela compromete a saúde de quem a mantém e fomenta ódio, rancor, inimizade, antipatias.
Muitas vezes a mágoa se disfarça de amor-próprio para que seu portador consinta que ela permaneça em sua intimidade.
E com o passar do tempo ela se converte num algoz terrível, mostrando-se mais poderosa do que a vontade de seu portador para eliminá-la.
De maneira muitas vezes imperceptível, a mágoa guardada vai se manifestando numa vingançazinha aqui, numa traiçãozinha ali, numa crueldade acolá.
E de queda em queda a pessoa magoada vai descendo até o fundo do poço, sem medir as conseqüências de seus atos.
Para evitar que isso aconteça conosco, é preciso tomar alguns cuidados básicos.
O primeiro deles é proteger o campo das emoções, fortalecendo as fibras dos nobres sentimentos, não permitindo que a mágoa o penetre.
O segundo é tratar imediatamente a ferida antes que se torne mais profunda, caso a mágoa aconteça.
O terceiro é drenar, com o arado da razão, o lodo do melindre, que é terreno propício para a instalação da mágoa.
É importante tratar essa suscetibilidade à flor da pele, que nos deixa extremamente vulneráveis a essas marcas indesejáveis em nosso coração, tornando-nos pessoas amargas e infelizes.


Agasalhar ódio, mágoa ou rancor no coração, é o mesmo que beber veneno com a intenção de matar o nosso agressor.

Pense nisso, e não permita que esses tóxicos se instalem em seu coração.

terça-feira, 22 de abril de 2008

Descobrir-se

Imagens Para Orkut


Disseram:
Você não vai conseguir!
Mas você estava tão empenhado em fazer, que não ouviu.
Resultado: fez tão bem feito que hoje é referência.

Disseram:Você não nasceu para o amor!
Mas você estava tão apaixonado, dedicou-se tanto ao amor que não ouviu.
Resultado: hoje comemora bodas de prata com a mesma pessoa.

Disseram:Isso não é pra você!
Mas você queria tanto, se esforçou tanto, que nem ouviu.
Resultado: Hoje tem muito mais do que desejava no início.

Disseram:Você é incapaz.
Mas você estava tão preocupado em fazer o seu melhor que nem ouviu.
Resultado: Hoje dá aulas sobre o que faz.

Disseram:Desista!
Mas você já estava tão longe que nem ouviu, não perguntou quantos passos faltavam para subir a montanha.
Resultado: Já conquistou montanhas muito maiores que aquela primeira.

O que você quer, o que você sonha e o que tanto deseja,pede dedicação, empenho e sacrifício.

Pede ouvidos fechados para os “desanimadores de plantão”.

Gente insatisfeita e infeliz tem aos montes por ai.

Não seja mais um a reclamar da sorte,nem seja o que grita para os outros desistirem.

Não fique na arquibancada da vida torcendo pelo pior,desça e faça parte do grande show da vida,onde o artista é aquele que usa o talento para vencer.

O talento mora em você,e a sua maior conquista é descobrir-se capaz!

Paulo Roberto Gaefke

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Promova a sua felicidade





O ser humano existe para ser feliz!
O homem busca ser feliz... quer ser um "ser" feliz... A felicidade
pode ter incontáveis significados, conforme as expectativas - materiais, emocionais ou metafísicas - de cada um.
Mas a verdadeira felicidadeé aquela que contém como
substrato a paz interior, a consciência tranqüila de quem saboreia
o prazer da prática do Amor e do Bem...
Mas o que é ser, realmente, feliz? O que significa ser um "ser feliz"? Para se atingir a felicidade - "essa árvore que sonhamos cheia de dourados pomos" - muitas vezes, depara-se com imprevistos pelo caminho... Nesses momentos, o espírito humano necessita de fortalecimento para se conscientizar de que...

SER FELIZ É:

Uma questão de saber, de determinação:
- é saber domar a fera que pode habitar nosso íntimo.
- é saber fazer o seu próximo feliz...

Uma questão de "percepção":
- é perceber que as almas infelizes
envelhecem mais cedo..

Uma questão de "intenções":
- é não se desejar ao próximo o que
não se quer para si mesmo.

Uma questão de "compreensão":
- é compreender que a grandeza da vida
também se deve aos obstáculos vencidos...
- é comprender que pode ser fácil abrir mão da realidade,
mas que pode não não ser tão fácil abrir mão de um sonho.

Uma questão de "aprendizado"
- é aprender a se conhecer para se avaliar.

Uma questão de "atitude":
- é demonstrar que as ações dizem mais
que as palavras...
- é predispor-se a proporcionar felicidade ao outro...

Mas, acima de tudo, ter em mente que
ser feliz...é manter o coração tão pleno de amor que não fique espaço para o mal.

domingo, 20 de abril de 2008

Estação outono






Ser justo, mas com amor.
Amar, mas sem aprisionar.
Amparar, mas sem fazer pelo outro o que ele deve fazer por si mesmo.
Ajudar, mas sem tirar do outro o direito de escolher seu próprio caminho.
Perdoar, mas sem ser conivente com o mal.
Esquecer o mal, mas sem ser indiferente a ele.
Ser pacífico, mas não passivo diante dos acontecimentos.
Cultivar a não violência, mas sem violentar a si mesmo.
Lutar com coragem, mas aceitar a derrota como parte das experiências da vida.
Ter coragem de enfrentar os próprios limites, mas também de reconhecer as próprias fraquezas.
Servir ao dever, mas sem ser oprimido por ele e sem escravizar-se a coisa alguma. Viver com prazer, mas não viver em função dele.
Ser simples e humilde, o que não significa andar mal vestido ou descuidar-se de si mesmo.
Conservar puro o coração, o que não significa esconder de si os próprios sentimentos.
Crer em Deus, mas sem atribuir a Ele aquilo que nos compete.
Cultivar a fé, mas sem abdicar da razão.
Caminhar com equilíbrio, eis o nosso maior desafio. em equilíbrio, tombamos sempre ...... para um lado... ... ou para outro.
Amor
Sabedoria
Bondade
Justiça
Sentimento
Razão
Harmonia

sábado, 19 de abril de 2008

O tempo




Dizem que um mês são 30 dias,

no máximo 31,mas, quanto demora para passar um mês

para quem sofreu um golpe no relacionamento?

Me diz?
quanto demora para passar um mês

para quem perdeu o emprego

depois de tantos anos de dedicação ao trabalho?

Responde,

quanto tempo demora para passar um mês

na vida de quem foi preso injustamente?

Quanto tempo demora para passar um mês

na vida de quem está internado em um hospital

sem esperanças?

Quanto tempo demora para passar um mês

na vida de um idoso abandonado

em um asilo?

Quanto tempo demora para passar um mês

na vida de uma criança em um orfanato?

Já pensou em quanto tempo demora para passar um mês

na vida de quem foi morar na rua

por não ter onde morar?

Não, não é tudo igual,

existem momentos em que o tempo parece

se arrastar e infelizmente,

os momentos felizes, as alegrias, as comemorações,

o emprego, a escola, a família, a saúde,

e tudo o que temos,

não são valorizados e quanto temos tudo isso,

o tempo parece voar,

foge do controle das nossas mãos.

15 dias de férias maravilhosas voam,

15 dias de angústia pela resposta de um concurso

parecem um tormento, lento, arrastado, angustiante.

Por isso, nos próximos minutos

dedique-se ao "agradecer".

Agradeça tudo o que for lembrando,

mesmo que te pareça que nada tem de bom para agradecer,

mesmo que você esteja passando por um momento super difícil,

ainda assim, se olhar para os lados,

vai perceber que você ainda tem muito para agradecer,

coisas que nem sempre ligamos,

só percebemos a falta quando perdemos.

Por falar nisso, quem você abraçou hoje?

Para quem você disse "eu te amo", ou

" eu gosto de você", pode ser para a mãe, o pai,

o companheiro ou companheira,

ou até o seu animalzinho de estimação.

Neste dia, que eu não sei como vai terminar,

eu espero que você possa fazer uma lista real

de coisas que tem para agradecer,

e descubra que vale a pena viver, lutar,

sonhar e acrescentar a cada dia,

um novo tempo,

tempo de ser feliz,

porque você merece.

Paulo Roberto Gaefke
Richard Clayderman - Dolannes Melody


sexta-feira, 18 de abril de 2008

Dia do amigo



Arranje tempo para ser amigo
É a estrada para a felicidade
Arranje tempo para sonhar
É seu vagão a uma estrela engatar...
Arranje tempo para amar e ser amado
É o privilégio dos deuses.
Arranje tempo para olhar ao redor
O dia é muito curto para ser egoísta.
Arranje tempo para rir
É a música da alma.


Amizade

A verdadeira amizade é uma pérola
de valor inestimável.

Cultive a amizade.
Corresponda às gentilezas.
Não se encolha.
Nem se afaste dos outros.
Aproxime-se.
Há muito de amor trancado em você.

Procure ser o amigo das horas difíceis.
Dê demonstrações de sua amizade,
mas não espere ser correspondido(a).
Compreenda que nem todos
são como você.
Tolere as faltas dos seus amigos.

Tenha amizade pura e desinteressada.
Não deixe que o tempo a consuma.

Não pode ser amigo,
quem não AMA INCONDICIONALMENTE.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

A paz nasce no lar


Você já se deu conta de que as guerras, tanto quando a violência, nas suas múltiplas faces, nascem dentro dos lares?

Em tese, é no lar que aprendemos a ser violentos ou pacíficos, viciosos ou virtuosos.

Sim, porque quando o filho chega contando que um colega lhe bateu, os pais logo mandam que ele também bata no agressor.

Muitos pais ainda fazem mais, dizendo: "filho meu não traz desaforo para casa"; "se apanhar na rua, apanha em casa outra vez"!

Se o filho se queixa que alguém lhe xingou com palavrões, logo recebe a receita do revide:


"faça o mesmo com ele".

"vingue-se",

"não deixe por menos".

Quando o amiguinho pega o brinquedo do filho, os pais intercedem dizendo:

"tire dele, você é mais forte",

"não seja bobo"!


Essas atitudes são muito comuns, e os filhos que crescem ouvindo essas máximas, só não aprendem a lição se tiverem alguma deficiência mental, ou se forem espíritos superiores, o que é raro na terra.

O que geralmente acontece é que aprendem a lição e se tornam cidadãos agressivos, orgulhosos, vingativos e violentos. Ingredientes perfeitos para fomentar guerras e outros tipos de violências. Se, ao contrário, os pais orientassem o filho com conselhos sábios, como:


perdoe,

tolere,

compartilhe,

ajude,

colabore,

esqueça a ofensa,

não passe recibo para a agressividade,


os filhos certamente cresceriam alimentando outra disposição íntima.

Seriam cidadãos capazes de lidar com as próprias emoções e dariam outro colorido à sociedade da qual fazem parte.

Formariam uma sociedade pacífica, pois quando uma pessoa age diante de uma agressão, ao invés de reagir, a violência não se espalha.

A paz só será uma realidade, quando os homens forem pacíficos, e isso só acontecerá investindo-se na educação da infância.

Os pais talvez não tenham se dado conta disso, mas a maioria dos vícios também são adquiridos portas à dentro dos lares.

É o pai incentivando o filho a beber, a fumar, a se prostituir, das mais variadas formas.

É a mãe vestindo a filha com roupas que despertam a sensualidade, a vaidade, a leviandade. Meninas, desde os três anos, já estão vestidas como se fossem moças, com roupas e maquiagens que as mães fazem questão de lhes dar.

Isso tudo fará diferença mais tarde, quando esses meninos e meninas estiverem ocupando suas posições de cidadãos na sociedade.

Então veremos o político agredindo o colega em frente às câmeras, medindo forças e perdendo a compostura.

Veremos a mulher vulgarizada, desvalorizada, exibindo o corpo para ser popular. Lamentavelmente muitos pais ainda não acordaram para essa realidade e continuam semeando sementes de violência e vícios no reduto do lar, que deveria ser um santuário de bênçãos.

Já é hora de pensar com mais seriedade a esse respeito e tomar atitudes para mudar essa triste realidade.

É hora de compreender que se quisermos construir um mundo melhor, os alicerces dessa construção devem ter suas bases firmes no lar.



Jesus, nosso Irmão Maior, trouxe-nos a receita da paz.

Com Ele poderemos erguer-nos, da treva à luz.

Da ignorância à sabedoria.

Do instinto à razão.

Da força ao direito.

Do egoísmo à fraternidade.

Da tirania à compaixão.

Da violência ao entendimento.

Do ódio ao amor.

Da extorsão à justiça.

Da dureza à piedade.

Do desequilíbrio à harmonia.

Do pântano ao monte.

Do lodo à glória.

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Verdades




O que é a verdade?


Contam as lendas que a verdade foi enviada por Deus ao mundo em forma de um gigantesco espelho.


E quando o espelho estava chegando sobre a face da terra, quebrou-se, partiu-se em inumeráveis pedaços que se espalharam por todos os lados.


As pessoas sabiam que a verdade era o espelho, mas não sabiam que ele havia se partido.


E por essa razão, as que encontravam um dos pedaços, acreditavam que tinham nas mãos a verdade absoluta, quando na realidade possuíam apenas uma pequena parte.


E quem deterá a verdade absoluta?


A verdade absoluta só Deus a possui e a vai revelando ao homem na medida em que este esteja apto para conhecê-la.


Assim é que os inventores, os cientistas, os pesquisadores, vão descobrindo a cada século novas verdades que se acumulam e fomentam o progresso da humanidade.


É como se fossem juntando os pedaços do grande espelho e conseguissem abranger uma parcela maior. E assim, a verdade é conquistada graças aos esforços dos homens e não por uma revelação bombástica sem proveito para quem a recebe.


Ademais, depois que a verdade é descoberta, ninguém pode encarcerá-la, nem guardá-la só para si.


Quem experimenta o sabor da verdade, não mais permanece o mesmo.


Toda uma evolução nele se opera e uma transformação radical e libertadora é inevitável. Por vezes a nossa cegueira não nos deixa vê-la, mas ela está em toda parte, latente, dentro e fora do mundo e é, muitas vezes, confundida com a ilusão.


Retida na consciência humana, é, a princípio, uma chispa que as forças do autoconhecimento e do auto-aperfeiçoamento transformarão em uma estrela fulgurante.


A verdade emancipa a alma e a completa.


Infinita, vitaliza o microcosmo e expande-se nas galáxias.


Vibra na molécula, agiganta-se no espaço ilimitado, e encontra-se ao alcance de todos.


É perene e existe desde todos os tempos e sobreviverá ao fim das eras.


A verdade é Deus.


E para penetrá-la faz-se necessário diluir-se em amor como os grãos de açúcar em um cálice de água em movimento.


Só agora podemos compreender o motivo pelo qual Jesus calou-se quando Pilatos Lhe perguntou:


“o que é a verdade?”




A verdade é luz que se expande.


Aquece sem queimar e vivifica sem produzir cansaço.


A meditação facilita-lhe o contato, a oração aproxima o homem da sua matriz e a caridade propicia a vivência com ela.


A humildade abre a porta para que adentre no coração do homem e a fé facilita-lhe a hospedagem nos sentimentos.

terça-feira, 15 de abril de 2008

A opinião dos Outros


Você se importa com a opinião que os outros têm a seu respeito?

Se a sua resposta for não, então você é uma pessoa que sabe de si mesma.

Que se conhece.

É auto-suficiente.

No entanto, se a opinião dos outros sobre você é decisiva, vamos pensar um pouco sobre o quanto isso pode lhe ser prejudicial.

O primeiro sintoma de alguém que está sob o jugo da opinião alheia, é a dependência de elogios. Se ninguém disser que o seu cabelo, a sua roupa, ou outro detalhe qualquer está bem, a pessoa não se sente segura.

Se alguém lhe diz que está com aparência de doente, a pessoa se sente amolentada e logo procura um médico.

Se ouve alguém dizer que está gorda, desesperadamente tenta diminuir peso.

Mas se disserem que é bonita, inteligente, esperta, ela também acredita.

Se lhe dizem que é feia, a pessoa se desespera.

Principalmente se não tem condições de reparar a suposta feiúra com cirurgia plástica.

Existem pessoas que ficam o tempo todo à procura de alguém que lhes diga algo que as faça se sentir seguras, mesmo que esse alguém não as conheça bem.

Há pessoas que dependem da opinião alheia e se infelicitam na tentativa de agradar sempre.

São mulheres que aumentam ou diminuem seios, lábios, bochechas, nariz, para agradar seu pretendido.

Como se isso fosse garantir o seu amor.

São homens que fazem implante de cabelo, modificam dentes, queixo, nariz, malham até à exaustão, para impressionar a sua eleita.

E, quando essas pessoas, inseguras e dependentes, não encontram ninguém que as elogie, que lhes diga o que desejam ouvir, se infelicitam e, não raro, caem em depressão.

Não se dão conta de que a opinião dos outros é superficial e leviana, pois geralmente não conhecem as pessoas das quais falam.

Para que você seja realmente feliz, aprenda a se conhecer e a se aceitar como você é. Não acredite em tudo o que falam a seu respeito.

Não se deixe impressionar com falsos elogios, nem com críticas infundadas.

Seja você.

Descubra o que tem de bom em sua intimidade e valorize-se.

Ninguém melhor do que você para saber o que se passa na sua alma.

Procure estar bem com a sua consciência, sem neurose de querer agradar os outros, pois os outros nem sempre dão valor aos seus esforços.

A meditação é excelente ferramenta de auto-ajuda.

Mergulhar nas profundezas da própria alma em busca de si mesmo é arte que merece atenção e dedicação.

Quando a pessoa se conhece, podem emitir dela as opiniões mais contraditórias que ela não se deixa impressionar, nem iludir, pois sabe da sua realidade.

Nesses dias em que as mídias tentam criar protótipos de beleza física, e enaltecer a juventude do corpo como único bem que merece investimento, não se deixe iludir.

Você vale pelo que é, e não pelo que tem ou aparenta ser.

A verdadeira beleza é a da alma.

A eterna juventude é atributo do espírito imortal.

O importante mesmo, é que você se goste.

Que você se respeite.

Que se cuide e se sinta bem.

A opinião de alguém só deve fazer sentido e ter peso, se esse alguém estiver realmente interessado na sua felicidade e no seu bem-estar.

Nenhuma opinião que emitam sobre você, deve provocar tristeza ou alegria em demasia.

Os elogios levianos não acrescentam nada além do que você é, e as críticas negativas não tornarão você pior.

Busque o autoconhecimento e aprenda a desenvolver a auto-estima.

Mas lembre-se: seja exigente para consigo, e indulgente para com os outros.

Eis uma fórmula segura para que você encontre a autoconfiança e a segurança necessárias ao seu bem-estar efetivo.

E jamais esqueça que a verdadeira elegância é a do caráter, que procede da alma justa e nobre. Pense nisso, e liberte-se do jugo da opinião dos outros.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

A voz do Ego... a voz da Alma



Linda mensagem enviada pelo querido amigo Carlos Felice


Todos nos buscamos a felicidade...

e nessa busca percorremos caminhos que nem sempre nos levam a ela...

muitas vezes nos afastam cada vez mais do ponto onde a felicidade se encontra...

Aprendemos a querer coisas que na verdade não queremos...

numa total incoerência com a nossa natureza...

Desde criança somos levados a acreditar que a felicidade será encontrada em coisas fora de nós... e nos são dadas ao longo dos tempos muitas possíveis fórmulas prontas...

e muitos caminhos que apontam para a tão buscada felicidade...

e acabamos acreditando que fora daqueles padrões e daqueles conceitos não existe a menor chance de ser feliz...

e vamos por aí... conquistando coisas... cargos... status... stress... menos a felicidade...

Dá um sentimento de vazio quando constatamos que não era bem aquilo que esperávamos...

uma sensação de ter vencido a corrida e não ter levado o prêmio...

Mas... a voz do ego nos chama de muitas formas...

cada vez mais atrativas e mais convincentes e de novo embarcamos nessa busca...

que não tem conexão com a nossa vontade mais profunda...

E podemos ficar perdidos no meio de tantos chamados do ego...

tentando chegar aos muitos finais onde existem as promessas que nunca se cumprem e que cada vez mais nos afastam da felicidade...

Ou podemos escolher escutar uma outra voz...

Uma voz que nos fala suavemente nos convidando a descobrir nosso próprio caminho...

sem receitas prontas e onde cada um vai escrevendo a sua própria história...

É a voz da Alma...

Para seguir esse chamado da alma é preciso coragem... desapego... além de muita Fé.

Coragem porque em alguns pontos precisamos abrir a nossa própria estrada... passar por onde ninguém passou...

buscando nos mergulhos profundos as pistas que indicam a direção do próximo passo...

Desapego dos conceitos... das regras e principalmente do ego...

é preciso desaprender muitas das coisas que aprendemos...

e deixar espaço para as coisas novas e que fazem sentido para a nossa história...

E fé para confiar nos caminhos que a Alma nos indica...

sabendo que aqui não existem os limites da nossa mente racional e que os impossíveis podem se tornar possíveis quando menos esperamos...

Quando nos abrimos para seguir a voz da Alma...

aos poucos vamos descobrindo que a felicidade não se encontra nos prometidos finais... mas em cada passo em que estamos conectados com o nosso propósito Divino...

Vamos percebendo que a felicidade é um atributo de cada um de nós que aparece na medida em que vamos nos conhecendo melhor e nos aproximando de quem realmente somos...

A felicidade se aproxima da gente na medida em que nos aproximamos de nós mesmos...

E chega um tempo onde não conseguimos mais fugir do chamado que vem da Alma... porque essa voz vai se fazendo tão presente e tão natural que entendemos que é a única voz que nos indica o caminho de volta pra casa...

Escute a voz da sua alma e siga esses caminhos... assim você vai perceber que muito além do conhecido existem muitas possibilidades...

até a de Ser feliz...

domingo, 13 de abril de 2008

Elos da vida


Pessoas são como elos...

Elos que se entrelaçam pela força do destino,

Elos que se definem pelo livre arbítrio.

Pessoas formam histórias,

Histórias de vida com rumos pré destinados.

Histórias de vida de livre escolha dos próprios atos.

O nosso eu é formado de pessoas...

Pessoas que amamos, odiamos,

especiais ou insignificantes.

A nossa história é formada por pessoas.

Muitas delas ficam apenas um pouquinho conosco...

Outras uma eternidade de tempo físico...

Outras uma eternidade de tempo imortal.

Essas ficam conosco mesmo depois

que o elo físico se rompe...

São relações eternas de amor!

O rompimento doloroso só é capaz

de provocar o afastamento da matéria.

Do espírito jamais...

São essas as pessoas que fundamentam

o nosso alicerce de vida....

Elas vão e ficam ao mesmo tempo.

São pessoas que jamais nos deixam sós,

Pelo simples fato de morarem dentro de nós...

Essas são elos inquebráveis,

que nos tornam capazes de

ser também elos em outras vidas...

Elos de amizade...

Elos de amor...

E assim é a corrente da vida,

Onde as pessoas formam sempre elos...

Elos que nos marcam profundamente.

sábado, 12 de abril de 2008

Guarde isso no teu coração


Não espere o vento soprar na sua direção, nem corra atrás do vento.

A vida está dentro de você e viver este dia é o melhor que você pode fazer.

Não deixe alguém esperando pela sua palavra.

Abra o seu coração e olhe para a dor da humanidade.

Do seu lado pode estar alguém que sofre em silêncio.

Não se feche nem retenha as coisas boas. Solte, libere a sua melhor parte.

Há muitas mãos estendidas, há muitos rostos chorando, há muitas vidas precisando de você.

Há dor no mundo!

Há fome!

Há luta!

Há dor sobretudo NA ALMA das pessoas.

Você pode, se você acha que pode.

Faça algo neste dia. . . pode ser que amanhã a sua palavra fique presa na garganta porque a morte se sobrepõe a vida.

Não retenha a sua fidelidade, o seu gesto de amor, a sua solidariedade, a sua amizade, o seu melhor sentimento.

Não sabemos o que nos espera no próximo minuto.

Uma existência pode se esvair num segundo.

Faça a sua parte no mundo.

Não silencie, não se omita.

Pode ter certeza, algum coração neste momento bate por você, uma alma ferida precisa das suas palavras, um amigo espera seu gesto, um faminto espera o pão, um doente a cura, alguém que você nem conhece deseja intensamente estar vivo e no seu lugar.

Deus habita no meio daquele que tem o maior sentimento do universo:

O AMOR !!!

Ama teu próximo - como a ti mesmo.

sexta-feira, 11 de abril de 2008


Quanto vale a sua vida?

Você já parou para pensar o que aconteceria se, de repente, você descobrisse que é portador de uma enfermidade que o pode conduzir para a morte, em breve tempo?

Foi uma situação dessas que aconteceu com um executivo que durante 29 anos somente viveu para o trabalho.

As suas jornadas eram de 15 a 16 horas diárias.

Férias de 30 dias, jamais!

Então, veio um dia e uma noite de febre.

Ele foi ao médico que diagnosticou nada além de sintomas de gripe, mas a febre persistia. Exames mais acurados apontaram a possibilidade de ele ser portador de uma grave doença no pulmão.

O executivo descreve sua surpresa e suas decisões assim: "é impressionante como a vida da gente pode mudar de sentido com uma simples radiografia.

O profissional seguro, acostumado a liderar grandes equipes, estava agora à mercê dos médicos, dos exames clínicos e, de Deus."

Uma forte crise renal aconteceu em seguida e ele viu sua vida toda passar pela mente em minutos.

Medo de deixar de viver era o que sentia.

Queria continuar vivo para ver seu primeiro filho se formar em medicina.

E ele estava apenas no segundo ano.

Queria ver o segundo filho entrar na universidade.

Ele nem vestibular havia feito ainda. Vinte dias depois, finalmente veio o diagnóstico.

O problema do pulmão não era maligno e ele poderia se tratar no ambulatório.

No período em que aguardava o resultado da biópsia a que se submetera, ele aprendeu muito sobre muitas pessoas e o carinho que elas tinham por ele.

Uma funcionária veio lhe dizer que sua mãe estava orando por ele.

Seu gerente lhe falou que sua mãe também estava orando muito pelo seu restabelecimento.

E ele nem a conhecia.

Mas ela estava orando porque ele fora bom para seu filho, um dia.

O executivo descobriu finalmente que a mulher com a qual estava casado há vinte anos era muito mais forte do que ele supunha.

Enquanto ele se abalou, ela se manteve de ânimo firme, incentivando-o a crer e esperar o melhor.

E ela mesma deu a notícia da enfermidade do pai para os garotos.

Depois de tudo o que passou, o executivo mudou a sua forma de viver.

Acredita que Deus lhe deu um grande presente, ensinando-lhe a verdadeira importância de viver o dia-a-dia, de curtir a família e os amigos, de cuidar da saúde e, de trabalhar com prazer. Hoje, na condição de professor, ele se envolve com os alunos muito além da sala de aula. Aprendeu a gostar da chuva e de brincar com seu cachorro.

Passou a dar valor, de fato, à família e aos amigos.

Passou a dividir as tarefas com seus colaboradores, em vez de ser centralizador.

E concluiu, em seu depoimento:

"quero viver cada minuto como se fosse o último, já que dessa experiência ficou a impressão de que, na hora do adeus, só restarão os arrependimentos pelo que deixamos de fazer.

Espero que essa mudança seja perene.

Deus me permita aproveitar todo minuto como único, o trabalho como diversão, os amigos com paixão, minha mulher e meus filhos como verdadeiro elixir da longevidade."


E então? Quanto vale a sua vida? Não espere adoecer para descobrir que a saúde é precioso talento, que a família é um tesouro, e os amigos, jóias raras.

Pense nisso.

Comece desde agora a viver com intensidade, desfrutando de todas as oportunidades.

Não trabalhe somente para produzir, ganhar e crescer.

Lembre-se que o crescimento vem do prazer de realizar.

E, num dia de 24 horas, não esqueça de reservar ao menos 40 minutos para exercícios de abraços, beijos e outras delicadas demonstrações de carinho.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Mesmo assim


Vivemos um momento na face da Terra que, por vezes, parece que todos os valores morais estão em baixa.

E você, que está buscando construir suas mais nobres virtudes, em muitos momentos se sente enfraquecido pelo próprio mundo à sua volta.

Quando age com honestidade, comentam que você é tolo, que está remando contra a maré, em vez de fazer o que todo mundo faz.

Mas se você quer ser grande perante sua consciência, seja honesto mesmo assim.

Se procura balizar seus atos na justiça, ouve que essa atitude é a de um alienado, vivendo num mundo em que vence sempre o mais forte.

No entanto, seja justo mesmo assim. Se está construindo um lar apoiado nas colunas sólidas da fidelidade, é comum ouvir gargalhadas insanas ou comentários maldosos a respeito do seu comportamento.

Seja fiel mesmo assim.

Quando seu coração se compadece, diante dos infelizes de toda sorte, não falta a zombaria daqueles que pensam que cada um deve pensar em si próprio, ignorando os sofrimentos dos irmãos de caminhada.

Tenha compaixão mesmo assim.

Se você dedica algumas horas do seu dia, voluntariamente, em favor de alguém, rico ou pobre, que precisa da sua atenção e do seu carinho, percebe as investidas da maldade daqueles que pensam que nos seus atos há uma segunda intenção.

Seja fraterno e solidário mesmo assim.

Quando você age com sinceridade, com lealdade, é comum ser taxado de insensato, fugindo do comum em que muitos usam de subterfúgios mesquinhos para conseguir o que desejam. Seja sincero e leal mesmo assim.

Se, diante das circunstâncias do dia-a-dia, você revela sua fé em Deus e em Suas soberanas Leis, e é chamado de piegas ou crédulo, mantenha sua fé mesmo assim.

Se em face de tantos desatinos no campo da sensualidade e na falta de decoro que assola grande parte dos seres, você deseja manter-se íntegro e recatado e é chamado de louco mantenha-se íntegro e recatado mesmo assim.

Quando aqueles que se julgam acima do bem e do mal tentam apagar a chama da esperança que você acalenta no íntimo, afirmando que a esperança é a ilusão da mediocridade, mantenha a esperança mesmo assim.

E, por fim, mesmo que alguém tente roubar a sua coragem de continuar lutando e acreditando em dias melhores, mantenha sua coragem e continue acreditando mesmo assim.

Ao findar sua jornada terrestre, e só então, você poderá contemplar a ficha de avaliação do seu desempenho.

Somente você será responsabilizado por seus atos.

tenha a certeza de que todos aqueles que tentaram desviá-lo do caminho reto não estarão lá para lhe dar apoio...


Madre Teresa de Calcutá, dentre tantos conselhos preciosos que legou à humanidade, deixou um conselho especial para aqueles que desejam construir na intimidade as mais nobres virtudes, dizendo:


"Muitas pessoas são irracionais, ilógicas e egocêntricas.


Ame-as, mesmo assim."


"Se você tem sucesso em suas boas realizações, ganhará falsos amigos e verdadeiros inimigos.


Tenha sucesso, mesmo assim."


"O bem que você faz será esquecido amanhã. Faça o bem, mesmo assim."


"A honestidade e a franqueza o tornam vulnerável. Seja honesto, mesmo assim."


"Aquilo que você levou anos para construir, pode ser destruído de um dia para o outro. Construa, mesmo assim."


"Os pobres têm verdadeiramente necessidade de ajuda, mas alguns deles podem atacá-lo se você os ajudar. Ajude-os, mesmo assim."


"Se você der ao mundo e aos outros o melhor de si mesmo, você corre o risco de se machucar.


Dê o que você tem de melhor, mesmo assim."

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Uma família perfeita



Linda mensagem enviada pela amiga Lilian Parente


Faço parte da vida daqueles que tem amigos,
pois ter amigos é ser Feliz.
Faço parte da vida daqueles que vivem cercados por pessoas como você, pois viver assim é ser Feliz!
Faço parte da vida daqueles que acreditam que ontem é passado, amanhã é futuro e hoje é uma dádiva, por isso chamado presente.
Faço parte da vida daqueles que acreditam na força do amor, que acreditam que para uma história bonita não há ponto final.
Eu sou casada sabiam? Sou casada com o Tempo.
Ah! O meu marido é mravilhoso!
Ele é responsável pela resolução de todos os problemas.
Ele reconstrói corações, ele cura machucados, ele vence a Tristeza...
Juntos, eu e o Tempo tivemos três filhos:
A Amizade, a Sabedoria, e o Amor.
A Amizade é a filha mais velha.
Uma menina linda,sincera, alegre.
A Amizade brilha como o sol.
A Amizade une pessoas, pretende nunca ferir, sempre consolar.
A do meio é a Sabedoria, culta, íntegra,
sempre foi mais apegada ao Pai, o Tempo.
A Sabedoria e o Tempo andam sempre juntos!
O caçula é o Amor. Ah! Como esse me dá trabalho!
É teimoso, às vezes só quer morar em um lugar...
Eu vivo dizendo:
Amor, você foi feito para morar em dois corações, não em apenas um.
O Amor é complexo, mas é lindo, muito lindo!
Quando ele começa a fazer estragos eu chamo logo o seu pai , o Tempo, e aí o Tempo sai fechando todas as feridas que o Amor abriu!
Uma pessoa muito importante me ensinou uma coisa:
Tudo no final sempre dá certo. Se ainda não deu é porque não chegou o final Por isso, acredite sempre na minha família.
Acredite no Tempo, na Amizade, na Sabedoria e, principalmente no Amor. Aí, com certeza, um dia, eu, a Felicidade, baterei à tua porta!!!
Tenha Tempo para os Sonhos.
Eles conduzem sua carruagem para as Estrelas.
Tenha um ótimo dia !!!
E não esqueça...
Sorria!!!

terça-feira, 8 de abril de 2008

Inspire-se para mudar


Uma mensagem mais que especial enviada pela minha amiga Yara

Todo dia é um novo desafio a vencer.


Desafios que, aos olhos de muitos, podem parecer tão simples e, para outros, tão complexos e insuperáveis.


Na verdade, são fases na vida de cada ser humano que jamais devemos esquecer.


Cada desafio nos ajuda a não nos tornarmos insensíveis, frios e desinteressados.


Nos servem para valorizar a raça e a nossa condição de humanos; aceitar que temos direito a errar, aprender e superar — sem, contudo, deixar que a luta diária se torne a nossa cadeia perpétua.


Dinheiro não é tudo na vida e nem tudo tem preço.


Não podemos deixar os valores fundamentais morrerem.


É preciso resgatar a família e, de verdade, dedicar o tempo de que precisam nossos filhos, irmãos, esposas, maridos, mães, pais, avós; resgatar a verdadeira amizade, essa que não morre nunca, porque não tem compromisso nem laços sangüíneos e surge livre e espontânea, sem pedir nem exigir nada; resgatar a confiança das pessoas; acreditar na palavra empenhada e cultivar, praticar e propagar a honestidade; exigir o que é justo, fazer valer os nossos direitos e respeitar os direitos dos outros.


Nunca foi tão necessário voltar a acreditar; nos tornarmos homens e mulheres de fé, que acreditem num tempo melhor para as novas gerações.


Mas não é só falar: é preciso assumir o compromisso pessoal, nos transformar em agentes de mudança, nos espalhar na sociedade como um vírus na internet e ver se, duma vez por todas, conseguimos uma mudança real para a nossa sociedade e deixamos um mundo melhor para os filhos dos nossos netos.


Você e eu sabemos que o tempo é curto.


Então é tempo de começar.

segunda-feira, 7 de abril de 2008

O seu jardim




É comum se associar a lembrança de uma pessoa a algo que a caracterize.
Digamos, seja seu toque pessoal.
Dia desses, ao passarmos por um jardim cheio de cores vivas, fomos surpreendidos por uma frase partida dos lábios de uma senhora:
- Um jardim tão bem cuidado me recorda minha avó.
A amiga que a acompanhava logo indagou do porquê.
A continuidade do diálogo, cujas frases nos chegavam com clareza, trazidas pela brisa mansa nos surpreendeu.
- Minha avó passou sua vida a plantar flores.
Recordo-me da infância e do bangalô de minha avó.
Quase não havia terra para plantar.
A construção era nova e o local mais parecia um campo de batalha que as minas tivessem revolvido e deixado em total desalinho.
Pois minha avó não desanimou.
Com pedras desenhou retângulos no solo, afofou a terra, preparou-a e plantou suas amadas roseiras.
Jardins eram a sua marca registrada.
A senhora alongou o olhar na distância, como a revolver a saudade na terra do coração e prosseguiu:
- Era uma pessoa excepcional minha avó.
Já mais idosa, os filhos optaram por colocá-la em um apartamento.
Mais segurança, diziam, menos trabalho.
Afinal, eles temiam o peso dos anos naqueles ombros já não tão fortes.
Quando vi o apartamento, entristeci.
Tinha uma varanda sim, mas nem sombra de terra, onde ela pudesse utilizar a sua mágica pessoal para transformar em um pedacinho de céu perfumado.
Pensei que ela iria murchar.
Imaginei-a a fenecer, como flores ao sopro do inverno rigoroso ou sob o sol escaldante do verão.
Qual não foi minha surpresa ao visitá-la, alguns meses depois.
Levei-lhe um ramalhete de rosas multicoloridas, contando alegrar-lhe o lar.
Ela abraçou as rosas, agradeceu e seu rosto se iluminou como em êxtase.
- São lindas, querida. E perfumadas.
Depositou-as com cuidado sobre uma mesa, tomou-me pela mão e levou-me até à varanda.
Naquele minúsculo espaço, a terra gentil permitia brotar rosas de delicado perfume e graça.
As mãos mágicas de minha avó haviam transformado um retângulo de cimento frio em uma nesga de paraíso florido.
Suas mãos acariciaram as flores qual se o fizessem a um filho querido.
Depois, ela me reconduziu à sala, e mostrou um troféu.
As flores de sua varanda haviam sido eleitas as segundas mais belas de toda a cidade.
Transformar a terra inculta em um oásis de beleza ou deixá-la entregue às ervas daninhas e espinheiros é opção pessoal.
Assim é nos jardins das nossas vidas.
Podemos ser indiferentes e ociosos, relegando tudo ao descaso, nada realizando de bom, de belo, de útil.
Ou podemos optar por semear flores de alegria, rosas de ventura.
Quiçá apenas umas tímidas violetas de discreto perfume.
Contudo, não sejamos dos que erguem espinheiros.
Tornemo-nos jardineiros cuidadosos a fim de que, pelas veredas por onde transitarmos, deixemos o perfume e a beleza das nossas ações.
Semeando estrelas, seremos convidados a espancar trevas.
Semeando esperanças, haveremos de nos tornar luzeiros para corações entristecidos.
Onde quer que estejamos, sempre poderemos semear as luzes do amor e da esperança.

domingo, 6 de abril de 2008

Perdi o temor



Perdi o temor à chuva. E assim ganhei o frescor da água.
Perdi o temor do vento, e assim ganhei o seu cantar nos fios.
Perdi o temor ao silêncio e assim ganhei momentos de paz.
Perdi o temor ao julgamento dos outros.
E assim ganhei caminhos mais abertos de liberdade.
Perdi o temor de investir tempo "em coisas sem importância".
E assim ganhei entardeceres, estrelas, pedaços de luar,
águas rebrilhando ao sol, retalhos de canções...
Perdi o temor de dar-me integralmente,
temendo sofrimentos e cicatrizes.
E assim ganhei a bendita multiplicação do meu tempo.
Perdi o temor de expor-me.
E assim ganhei mais confiança no que sou e no que podem ser as pessoas.
Perdi o apego às coisas materiais.
E assim ganhei a alegria da simplicidade.
Perdi o temor à competição.
E assim ganhei o sabor das vitórias e os ensinamentos das derrotas.
Perdi o temor de desbravar caminhos conhecidos.
E assim ganhei novas visões. E horizontes. E novos amigos.
Perdi o temor de dizer minhas verdades frontalmente.
E assim ganhei aqueles que a mim eram sinceros e leais.
Perdi o medo do dia de amanhã. E assim ganhei o hoje!
Perdi o temor mórbido do "por que não fiz"?
E assim ganhei o mais pensar para melhor fazer.
Perdi a segurança estúpida das minhas "verdades únicas".
E assim aprendi a ouvir os outros.
Liberei o força dos meus braços para os abraços fraternos e plenos de carinho.
E assim senti multiplicado o imenso e doce poder do amor.
Perdi o temor da morte e assim ganhei a VIDA!!!