quinta-feira, 19 de março de 2009

Cultivar e evitar



Cultive.

Amigos que não dão corda para sua hipocondria, seu pessimismo e lhe convidam para programas imperdíveis quando você está na pior.
Evite.

Amigos que estão ao seu lado nas piores horas, mas somem quando você está muito bem.

Ser amigo na desgraça é fácil, no sucesso exige uma alma especial.

Cultive.

Familiares que dão dicas de beleza quando você está entregue às baratas.

Evite.

Familiares que acham você uma "gracinha" quando está muito acima do peso.

Cultive.

Pessoas que no trabalho respondem telefonemas, e-mail, pedidos de ajuda e lamentam quando não podem corresponder as suas expectativas.

Evite.

Gente que no trabalho só responde telefonemas e e-mails de quem tem poder e quando promete ajuda, esquece.

Cultive.

Pessoas que no trabalho acham o máximo sugestões inovadoras e tentam contribuir para o crescimento dos colegas.

Evite.

Colegas de trabalho que listam obstáculos às sugestões inovadoras e colocam defeito em tudo o que os outros fazem.

Cultive.

Amores, familiares, amigos, colegas de trabalho que desejam que você cresça mesmo que seja longe deles e sem eles.

Evite.

Amores, familiares, amigos, colegas de trabalho que esperam que você os acompanhe em tudo mesmo que isso lhe prejudique.

Cultive.

Pessoas que têm tempo e disposição para retribuir o que você investe nelas. No real e no virtual.

Evite.

Gente que espera que você escreva, telefone, procure, convide para poder reclamar quando alguma coisa não der certo.

Cultive.

Gente que fica indignada e triste ao ver crianças esmolando nas esquinas, adolescentes pobres assaltando e as cadeias superlotadas.

Evite.

Gente que tem tanto medo de crianças pedindo esmolas que nem ao menos olha para elas na hora de recusar.

Cultive.

Gente que dá soluções e se dispõe a ajudar a resolver problemas coletivos.

Evite.

Gente que não acredita em soluções para problemas coletivos.

Cultive.

Pretendentes que dizem e comprovam a maravilhosa pessoa e irresistível amante que você é.

Evite.

Pretendentes que oscilam entre interesse e recuo e manipulam suas expectativas no amor.

Cultive.

Ex-amor que, ao lhe encontrar, demonstra que começaria tudo outra vez porque você deixou marca na sua memória amorosa.

Evite.

Ex-amor que aproveita a menor oportunidade para colocar defeitos no que você faz, fala, escreve.

Cultive.

A generosidade de elogiar as qualidades das pessoas que você ama e a lucidez de não se deixar aprisionar pelos defeitos delas.

Evite.

A inveja das qualidades do seu amor que atraíram você, a incoerência de tentar eliminar essas qualidades.

Cultive.

Gente que gosta mais de beijo na boca do que drogas. Gente que gosta mais de beijo na boca do que se empanturrar de comida. Gente que gosta de beijo na boca acima de tudo.

Evite.

Gente que acha que você é carente, faz romance por tudo, gosta de beijar na boca em excesso. Amar nunca é demais.


Enfim, procure sempre, cultivar anjos e evitar vampiros.

Sonia Rodrigues




2 comentários:

Yamar Bijoux disse...

Olás!

Belo manual! Esse tem que imprimir, ler... reler e aprender. :-)

Valeu!
Bjks,Ya

Arlete disse...

Concordo com Yamar, esse tem q imprimir e reler sempre!
Beijos Rita.
Arlete