segunda-feira, 31 de março de 2008

Viva o amor infinito




Faça um pacto com você mesmo: ao contrário de tentar adivinhar intenções, desfrute o sentimento verdadeiro de estar com outro.

É comum opor-se emoção e razão, mas poucas pessoas percebem que a maioria das emoções nascem justamente de pensamentos.


São simples reações que ocorrem a partir da idéia que se faz da atitude do outro, seja no trabalho, em casa ou numa roda de amigos.


Atribui-se ao outro certas intenções e reage-se a elas.


São diferentes dos sentimentos, que nascem da convivência do estar com o outro, e não da idéia que fazemos dele.


Quando sentimos raiva, por exemplo, não é que estejamos insatisfeitos como o que aconteceu a nós, mas sim com o que imaginamos que tenha sido a intenção de alguém:


“Estou com raiva porque acho que você não me respeitou”.


“Estou com raiva porque isso que você fez não é típico de quem ama”.


Será que a intenção do outro era mesmo respeitar?


Será que, porque fez isso, ela não o ama?


Conflitos de relacionamento são quase sempre o resultado de interpretações errôneas, tentativas de adivinhar intenções e muito pouco o resultado do sentimento verdadeiro de estar com o outro.


Lidar com os sentimentos, os próprios e os dos outros, é uma arte.


Precisa ser cultivada e treinada com qualquer outra arte.


Portanto, agora, procure isentar seus relacionamentos de preconceitos ou pré-juízos.


Procure aceitar os outros como eles são.


Para os outros dias de sua vida, faça um trato com você mesmo: vá de mente e coração limpos ao encontro das pessoas do seu convívio.


Deseje estar com elas e esteja integralmente.


Ao contrário de tentar desvendar o propósito do outro com você, estabeleça consigo mesmo o seu propósito de estar aberto para a outra pessoa.



E, se lhe parece difícil viver em harmonia com as pessoas a sua volta, acredite que sim.


Pois, quando lhe disserem que algo em que você acredita é impossível, tenha paciência. Talvez ele não saiba de verdade que a vida é o eterno ato de transformar o impossível em realidade.


Afinal, como explicar que dois seres humanos tão imperfeitos criem um amor tão infinito?


Viver é acreditar e realizar o impossível.


Antes de Santos Dumont, ninguém achava possível fazer voar um aparelho mais pesado que o ar.


Até que ele acreditou e, com determinação, criou o avião.


Com exceção de mudar o outro, tudo é possível.


Desde que alguém acredite, abandone seus preconceitos e se proponha a concretizá-lo.

sábado, 29 de março de 2008

Recomeço de vida







A nossa vida e composta por momentos, na verdade ela é uma seqüência de ciclos, e essa um dia termina!




Mas o bom é que ela começa e recomeça a cada lance legal, onde você vê tudo mudar em um segundo.




O que acontece é que não aprendemos a valorizar a vida, a nossa vida!




Estamos aqui de passagem!




Não somos daqui, e é por isso mesmo que você deve aproveitar ao máximo cada momento, cada novo ciclo dessa viagem.




Sabemos que com certeza ela um dia terá um final...mas por que perder tempo pensando nisso?




O segredo é seguir o destino conforme ele te conduz.




Em momentos de angústia algumas pessoas clamam pelo fim dessa viagem, julgando ser essa a solução para os seus problemas!




Não seria isso uma covardia???




Fugir de seus problemas, não encarar a vida???




Outros chegam a ver a morte cara a cara mas tem uma segunda chance de encarar a realidade!




E é assim que muitos valorizam a vida.




Será que pe preciso perder alguém, ou ficar entre o corpo e a alma para então valorizá-la?




Por que tanta insatisfação?




Enquanto você reclama por coisas banais, muitos gostariam de ter ao menos a sua saúde, ter um amigo, ter uma chance de recomeçar, ter uma vida!!!




Será que viver não te satisfaz?Já parou para pensar que cada manhã ao abrir seus olhos, recebe uma dádiva de Deus?




Amanhã poderá não estar mais aqui! Pois assim como o vento, o destino muda muito depressa, acredite você nele ou não!!!Faça o tempo valer a pena, viva cada segundo!




Faça o que tem vontade!!!




Fale o que pensa!!!




Demonstre o que sente!!!




Ame!




Seja você mesmo!!!




Não espere uma segunda chance...talvez o próximo ciclo de sua vida pode te levar para um rumo o qual nunca iremos saber!

sexta-feira, 28 de março de 2008

A felicidade de fazer os outros felizes


Havia dois homens, ambos gravemente doentes, estavam no mesmo quarto de hospital.


Um deles podia se sentar na sua cama durante uma hora, todas as tardes, para que os fluidos circulassem nos seus pulmões.


A sua cama estava junto da única janela do quarto.


O outro homem tinha que ficar sempre deitado de costas.


Os homens conversavam horas e horas.


Falavam das suas mulheres, famílias, das suas casas, dos seus empregos, dos seus aeromodelos, onde tinham passado as férias...


E todas as tardes, quando o homem da cama perto da janela se sentava, passava o tempo a descrever ao seu companheiro de quarto todas as coisas que conseguia ver do lado de fora da janela...


O homem da cama do lado começou a viver à espera desses períodos de uma hora, em que o seu mundo era alargado e animado por toda a atividade e cor do mundo do lado de fora da janela.


A janela dava para um parque com um lindo lago.


Patos e cisnes, chapinhavam na água enquanto as crianças brincavam com os seus barquinhos...


Jovens namorados caminhavam de braços dados por entre as flores de todas as cores do arco-íris.


Árvores velhas e enormes acariciavam a paisagem e uma tênue vista da silhueta da cidade podia ser vislumbrada no horizonte.


Enquanto o homem da cama perto da janela descrevia isto tudo com extraordinário pormenor, o homem no outro lado do quarto fechava os seus olhos e imaginava as pitorescas cenas.


Um dia, o homem perto da janela descreveu um desfile que ia passar:


Embora o outro homem não conseguisse ouvir a banda, conseguia vê-la e ouvi-la na sua mente, enquanto o outro senhor a retratava através de palavras bastante descritivas.


Dias e semanas passaram.


Uma manhã, a enfermeira chegou ao quarto trazendo água para os seus banhos, e encontrou o corpo sem vida, o homem perto da janela, que tinha falecido calmamente enquanto dormia.


A enfermeira ficou muito triste e chamou os funcionários do hospital para que levassem o corpo.


Logo que lhe pareceu apropriado, o outro homem perguntou se podia ser colocado na cama perto da janela.


A enfermeira disse logo que sim e fez a troca.


Depois de se certificar de que o homem estava bem instalado, a enfermeira deixou o quarto.



Lentamente, e cheio de dores, o homem ergueu-se, apoiado no cotovelo, para contemplar o mundo lá fora.


Fez um grande esforço e lentamente olhou para o lado de fora da janela que dava, afinal, para uma parede de tijolo!


O homem perguntou à enfermeira o que teria feito com que o seu falecido companheiro de quarto lhe tivesse descrito coisas tão maravilhosas do lado de fora da janela.


A enfermeira respondeu que o homem era cego e nem sequer conseguia ver a parede.


Talvez quisesse apenas passar alguma coragem pra ele...


Moral da História:
Existe uma felicidade tremenda em fazer os outros felizes, apesar dos nossos próprios problemas.


A dor partilhada é metade da tristeza, mas a felicidade, quando partilhada, é dobrada.


Se você quer se sentir rico, conta todas as coisas que você tem que o dinheiro não pode comprar.


"O dia de hoje é uma dádiva, por isso é que o chamam de presente."

quinta-feira, 27 de março de 2008

Areia ou Pedra?


Diz uma lenda árabe que dois amigos viajavam pelo deserto, e em determinado ponto da viagem discutiram. O outro, ofendido, sem nada a dizer, escreveu na areia:


HOJE, MEU MELHOR AMIGO ME BATEU NO ROSTO


Seguiram e chegaram a um oásis, onde resolveram banhar-se. O que haviasido esbofeteado começou a afogar-se sendo salvo pelo amigo. Ao recuperar-se, pegou um estilete e escreveu numa pedra:


HOJE, MEU MELHOR AMIGO SALVOU-ME A VIDA


Intrigado, o amigo perguntou:Por que depois que te bati, você escreveu na areia e agora escreveu na pedra?Sorrindo, o outro amigo respondeu:Quando um grande amigo nos ofende, deveremos escrever na areia, onde o vento do esquecimento e do perdão se encarregam de apagar; porém quando este nos faz algo grandioso, deveremos gravar na pedra da memória do coração, onde vento nenhum do mundo poderá apagar.

quarta-feira, 26 de março de 2008

Remédio para não envelhecer


Alguns de nós envelhecemos, de fato, porque não amadurecemos.


Envelhecemos quando nos fechamos a novas ideias e nos tornamos radicais.


Envelhecemos quando o novo nos assusta.

Envelhecemos quando pensamos demasiadamente em nós próprios e nos esquecemos dos outros.



Envelhecemos quando deixamos de lutar!

Ora, todos estamos matriculados na escola da vida, onde o mestre é o tempo.



E, a vida só pode ser compreendida olhando-se para trás. Mas, só pode ser vivida, olhando-se para a frente.


Na juventude, aprendemos; com a idade, compreendemos.

Os homens são como os vinhos: a idade estraga os maus mas melhora os bons.
Envelhecer não é preocupante.
Ser olhado como velho é que o é.

Envelhecer é passar da paixão à compaixão.

Nos olhos do jovem arde a chama. Nos do velho brilha a luz.

Não existe pois idade, já que somos nós que a criamos. Se não acreditares na idade, não envelhecerás até ao dia da tua morte.

Pessoalmente, não tenho idade: tenho vida!

Não deixes que a tristeza do passado e o medo do futuro te estraguem a alegria do presente.

A vida não é curta, as pessoas é que ficam mortas tempo demais.

A passagem do tempo deve ser uma conquista e não uma perda.

terça-feira, 25 de março de 2008

Atritos

Recebi este texto da amiga Fafá, é muito bom para reflexão


Ninguém muda ninguém;


ninguém muda sozinho;


nós mudamos nos encontros.


Simples, mas profundo, preciso.


É nos relacionamentos que nos transformamos.


Somos transformados a partir dos encontros, desde que estejamos abertos e livres para sermos impactados pela idéia e sentimento do outro.


Você já viu a diferença que há entre as pedras que estão na nascente de um rio, e as pedras que estão em sua foz?


As pedras na nascente são toscas, pontiagudas, cheias de arestas.


À medida que elas vão sendo carregadas pelo rio, sofrendo a ação da água e se atritando com as outras pedras, ao longo de muitos anos, elas vão sendo polidas, desbastadas.


Assim também agem nossos contatos humanos.


Sem eles, a vida seria monótona, árida.


A observação mais importante é constatar que não existem sentimentos, bons ou ruins, sem a existência do outro, sem o seu contato.


Passar pela vida sem se permitir um relacionamento próximo com o outro, é não crescer, não evoluir, não se transformar.


É começar e terminar a existência com uma forma tosca, pontiaguda, amorfa.


Quando olho para trás, vejo que hoje carrego em meu ser várias marcas de pessoas extremamente importantes.


Pessoas que, no contato com elas,me permitiram ir dando forma ao que sou, eliminando arestas, transformando-me em alguém melhor, mais suave, mais harmônico, mais integrado.


Outras, sem dúvida,com suas ações e palavras me criaram novas arestas, que precisaram ser desbastadas.


Faz parte...Reveses momentâneos servem para o crescimento.


A isso chamamos experiência.


Penso que existe algo mais profundo, ainda nessa análise.


Começamos a jornada da vida como grandes pedras, cheias de excessos.


Os seres de grande valor, percebem que ao final da vida, foram perdendo todos os excessos que formavam suas arestas, se aproximando cada vez mais de sua essência, e ficando cada vez menores, menores, menores...


Quando finalmente aceitamos que somos pequenos, ínfimos, dada a compreensão da existência e importância do outro, e principalmente da grandeza de DEUS, é que finalmente nos tornamos grandes em valor.


Já viu o tamanho do diamante polido, lapidado?


Sabemos quanto se tira de excesso para chegar ao seu âmago.


É lá que está o verdadeiro valor...


Pois, DEUS fez a cada um de nós com um âmago bem forte e muito parecido com o diamante bruto, constituído de muitos elementos,mas essencialmente de AMOR.


DEUS deu a cada um de nós essa capacidade, a de AMAR...


Mas temos que aprender como.


Para chegarmos a esse âmago, temos que nos permitir, através dos relacionamentos, ir desbastando todos os excessos que nos impedem de usá-lo,de fazê-lo brilhar.


Por muito tempo em minha vida acreditei que amar significava evitar sentimentos ruins.


Não entendia que ferir e ser ferido, ter e provocar raiva, ignorar e ser ignorado faz parte da construção do aprendizado do amor


Não compreendia que se aprende a amar sentindo todos esses sentimentos contraditórios e...os superando.


Ora, esses sentimentos simplesmente não ocorrem se não houver envolvimento...


E envolvimento gera atrito.


Minha palavra final:


ATRITE-SE!


Não existe outra forma de descobrir o AMOR.
o Amor em diversas formas...de diversas formas...


E sem ele a VIDA não tem significado

segunda-feira, 24 de março de 2008

Espiritualidade


Espiritualidade é um estado de consciência; não é doutrina, não!


É o que se leva dentro do coração.


É o discernimento em ação!


É o amor em profusão.


É a luz nas idéias e equilíbrio na senda.


É o valor consciencial da alegria na jornada.


É a valorização da vida e de todos os aprendizados.


É mais do que só viver; é sentir a vida que pulsa em todas as coisas.


É respeitar a si mesmo, para respeitar o próximo e a natureza.


É ter a plena noção de que nada acaba na morte do corpo, pois a consciência segue além, algures, na eternidade...


É saber disso - com certeza - e não apenas crer nisso.


É viver isso - com clareza - sem fraquejar na senda.


É ser um presente, para si mesmo, para os outros e para a própria vida. Espiritualidade é brilho nos olhos e luz nas mãos.


E isso não depende dessa ou daquela doutrina; depende apenas do próprio despertar espiritual; depende do discernimento consciencial se unir aos sentimentos legais, no equilíbrio das próprias energias, nos atos da vida.


Ah, espiritualidade é qualidade perene; não se perde nem se ganha; apenas é!


É valor interno, que descerra o olhar para o infinito, para além dos sentidos convencionais.


É janela espiritual que se abre, dentro de si mesmo, para ver a luz que está em tudo!


Espiritualidade é essa maravilha: o encontro consigo mesmo, em paz.


Espiritualidade é ser feliz, mesmo que ninguém entenda porquê.


É quando você se alegra, só pelo fato de estar vivo!


É quando o seu chackra do coração se abre igual a uma rosa, e você se sente possuído por um amor que não é condicionado a coisa alguma, mas que ama tudo.


É quando você nem sabe explicar porque ama; só sabe que ama.


Espiritualidade não depende de estar na terra ou no espaço; de estar solteiro ou casado; de pertencer a esse ou aquele lugar; ou de crer nisso ou naquilo.



É valor de consciência, alcançado por esforço próprio e faz o viver se tornar sadio.


Espiritualidade é apenas isso: ser feliz!


Ou, como ensinavam os sábios celtas de outrora: ser um presente!

domingo, 23 de março de 2008

Domingo de Páscoa




Há dois mil anos atrás, um homem veio ao mundo disposto a ser o maior exemplo de amor e verdade que a humanidade conheceria.


Sua proposta de vida não foi entendida por muitos e então, condenaram este homem e crucificaram-no, ignorando todos os seus propósitos de um mundo melhor.


Houve dor, angústia e escuridão.


Por três dias, o sol se recusou a brilhar, a lua se negou a iluminar a Terra, até que no terceiro dia algo aconteceu...


Houve a Ressurreição!


A Páscoa existe para nos lembrar deste espetáculo inigualável chamado ressurreição!


Páscoa...Ressurreição do sorriso...


Ressurreição da alegria de viver...


Ressurreição do amor...


Ressurreição da amizade...


Ressurreição da vontade de ser feliz.


Ressurreição dos sonhos, das lembranças e de uma verdade que está acima dos ovos de chocolate ou até dos coelhinhos:


Cristo morreu, mas ressuscitou e fez isso somente para nos ensinar a matar os nossos piores defeitos e ressuscitar as maiores virtudes sepultadas no íntimo de nossos corações.


Que esta seja a verdade da sua Páscoa Feliz Páscoa!!!!

sábado, 22 de março de 2008

Pão velho, multiplicação do amor!


Vou contar um fato corriqueiro, que, inesperadamente, me trouxe uma grande lição de vida.


Era um fim de tarde de sábado.


Eu estava molhando o jardim da minha casa, quando fui interpelada por um garotinho com pouco mais de 9 anos, dizendo:


- Dona, tem pão velho?


Essa coisa de pedir pão velho sempre me incomodou desde criança.


Olhei para aquele menino tão nostálgico e perguntei:


- Onde você mora?


- Depois do zoológico.


- Bem longe, hein?


- É... mas eu tenho que pedir as coisas para comer.


- Você está na escola? - Não. Minha mãe não pode comprar material.


- Seu pai mora com vocês?


- Ele sumiu.


E o papo prosseguiu, até que disse:


- Vou buscar o pão. Serve pão novo?


- Não precisa, não.


A senhora já conversou comigo, isso é suficiente.


Esta resposta caiu em mim como um raio.


Tive a sensação de ter absorvido toda a solidão e a falta de amor daquela criança, daquele menino de apenas 9 anos, já sem sonhos, sem brinquedos, sem comida, sem escola e tão necessitado de um papo, de uma conversa amiga.


Caros amigos, quantas lições podemos tirar desta resposta:


"Não precisa, não.


A senhora já conversou comigo, isso é suficiente!


" Que poder mágico tem o gesto de falar e ouvir com amor!


Alguns anos já se passaram e continuam pedindo "pão velho" na minha casa... e eu dando "pão novo", mas procurando antes compartilhar o pão das pequenas conversas, o pão dos gestos que acolhem e promovem.


Este pão de amor não fica velho, porque é fabricado no coração de quem acredita.


Naquele que disse: "Eu sou o pão da vida!"


"Verifique quantas pessoas talvez estejam esperando uma só palavra sua..."

sexta-feira, 21 de março de 2008

Sexta Feira Santa


Hoje é Sexta -Feira Santa.

Um dia em que toda humanidade deveria usar para reflexões, para se encontrar com seu semelhante, ou mesmo se encontrar consigo mesmo.

Dia que deve ser usado para se fazer orações, para se pedir perdão a Deus, por tudo que foi feito no passado e ainda se faz, para maltratar seu filho Jesus Cristo.
Porque a humanidade ainda não se conscientizou plenamente, que só o amor pode construir, só o amor alivia dores, só o amor nos traz paz alegria e ternura em nosso coração e em nosso viver. Você que foge do amor por medo, por convicções próprias, que te afastam de amar, você que se entrega ao sofrimento e faz outros sofrerem por tanto te amar, será que com isto não esta afrontando Deus, que nos deu amor e ama a todos indistintamente ? Porque ...amar não é pecado ? Pecado é o desamor, é a traição, a mentira, é a maldade, é a desarmonia, é a fúria assassina, é a nossa omissão ao bem estar de nossos irmãos, é roubar, e esquecer os princípios básicos de amor a seu semelhante, é esquecer de dar pão a quem tem fome, água a quem tem sede, carinho a quem esta carente, amor a quem não tem ou a ti oferece.
Hoje é um dia em que devemos fazer uma retrospectiva de nossas atitudes, e pedir perdão a Deus pelo martírio que seu filho sofreu, perdoar aquele que nos ofendeu, pegar o telefone e telefonar pedindo perdão dando amor, dando luz, dando esperança, ao coração que sofre, ao coração que chora, afastando daquele que amamos a dor da saudade, a dor da ingratidão. Aproveite o dia de hoje, fique em um canto de casa ou junto a seus familiares e reze a oração que Ele nos ensinou, Pai nosso, que restais no céu ........Amém.
Peça que Ele afaste do mundo a miséria, o sofrimento, a dor, a maldade, a doença, e que olhe especialmente para as indefesas crianças que de tanto mal padecem inclusive com fome, frio, e falta de amor, orais também pelos enfermos, pelos idosos que estão abandonados em asilos, sem uma simples palavra de carinho.

Reformule seus hábitos, doe seu tempo para dar auxílio em uma casa de caridade, em um asilo, distribuir, carinho, solidariedade, amor a seu semelhante, ai sim estará servindo a Deus, ai sim terás paz, ai sim dará paz e contribuirá em muito para que outras pessoas que tanto sofrem sejam felizes.
Vamos pensar nisto, ame para ser amada.

Lembres que quem te ama sempre estará te esperando, sempre estará rezando por você, para que sejas feliz, para que Deus te proteja e te ilumine.

Agindo assim com certeza, renascerá o amor em teu coração, ressuscitará o carinho e a ternura ao teu redor, e assim ainda terás com certeza UMA FELIZ PASCOA.

quinta-feira, 20 de março de 2008

Oração de Páscoa


Páscoa significa renascimento, renascer.
Desejo que neste dia, em que nós cristãos, comemoramos o seu renascimento para a vida eterna, possamos renascer também em nossos corações.
Que neste momento tão especial de reflexãopossamos lembrar daqueles que estão aflitos e sem esperanças.
Possamos fazer uma prece por aqueles que já não o fazem mais, porque perderam a fé em um novo recomeçar,pois esqueceram que a vida é um eterno ressurgir.
Não nos deixe esquecerque mesmo nos momentos mais difíceis do nosso caminho,tú estás conosco em nossos corações,porque mesmo que já tenhamos esquecido de ti,você jamais o faz.
Pois, padeceste o martírio da cruz em nome do Pai e pela humanidade,que muitas e muitas vezes esquece disso.
Esquecem de ti e do teu sacrificio
Quando agridem seu irmão,
Quando ignoram aqueles que passam fome,
Quando ignoram os que sofrem a dor da perda e da separação,
Quando usam a força do poder para dominar e maltratar o próximo,
Quando não lembram que uma palavra de carinho, um sorriso,um afago, um gesto podem fazer o mundo melhor.
Jesus...Conceda-me a graça de ser menos egoísta, e mais solidário para com aqueles que precisam.
Que jamais esqueça de ti e de que sempre estarás comigo não importa quão difícil seja meu caminhar.
Obrigado Senhor,Pelo muito que tenho e pelo pouco que possa vir a ter.
Por minha vida e por minha alma imortal.
Obrigado Senhor!
Amém.

quarta-feira, 19 de março de 2008

Tempo de amor


Você é bom de escuta?


Então, vamos ao teste:


Você já escutou o som de uma plantinha quando cresce?


Já ouviu o som de uma flor que se abre à luz do sol?


Escutou o som da sombra da noite, quando envolve a terra na sua escuridão?


Já sentiu a leveza da aurora quando, ao amanhecer, pousa sobre o mundo a sua luz?


Se você ainda não se deu tempopara a escuta da natureza...ao menos captou o movimento de sua mente quando de abre para a compreensão de uma palavra?


Já percebeu a beleza de uma expressão carinhosa, quando desliza da mente até o coração?


É possível que toda esta realidadejá esteja envolvendo sua vida.


Pode ser também que vocêainda não tenha desenvolvido tal sensibilidade...para crer sem ver.

Assim é no plano da fé.


É a fé que nos faz ver o invisível e experienciar a sua realidade:


Deus ama você.


Ele enviou seu filho Jesus para indicar-lhe o caminho da salvação.


Jesus deu sua vida para que ninguém permanecesse na morte.
Com sua ressurreição revelou e nos trouxe aquela vida nova que,no profundo de seu coração, você deseja viver.


Cada dia de sua vidasintonize o que Jesus fez por você!


Descubra a beleza da fé;agarre a força da esperança; sintonize o sentido profundo desta vida nova; corra... para testemunhar a outros esta maravilha!


Feliz Páscoa! você está vivendo-a!

terça-feira, 18 de março de 2008

Significados


Um lindo e significativo texto que recebi do amigo Jackson


Significados são conceitos pessoais, visão particular de cada um sobre o que nos cerca ou sobre o que somos.




Muito é quando os dedos da mão não são suficientes.


Pouco é menos da metade.


Ainda é quando a vontade está no meio do caminho.


Lágrima é um sumo que sai dos olhos, quando se espreme o coração.


Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta para os outros.


Vergonha é um pano preto que você quer para se cobrir naquela hora.


Solidão é uma ilha com saudade de barco.


Abandono é quando o barco parte e você fica.


Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue.


Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta um capítulo.Ausência é uma falta que fica ali presente.


Tristeza é uma mão gigante que aperta seu coração.


Interesse é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento.


Sentimento é a língua que o coração usa quando precisa mandar algum recado.


Emoção é um tango que ainda não foi feito.


Desejo é uma boca com sede.


Paixão é quando apesar da palavra “perigo” o desejo vai e entra.


Excitação é quando os beijos estão desatinados pra sair da sua boca depressa.


Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego.


Ansiedade é quando sempre faltam cinco minutos para o que quer que seja.


Preocupação é uma cola que não deixa o que ainda não aconteceu, sair de seu pensamento.


Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer, mas acha que devia querer outra coisa.Agonia é quando o maestro de você se perde completamente.


Sucesso é quando você faz o que sempre fez, só que todo mundo percebe.


Sorte é quando a competência encontra com a oportunidade.


Ousadia é quando a coragem diz para o coração: “


Vá!” e ele vai mesmo.


Lealdade é uma qualidade dos cachorros, que nem todo ser humano consegue ter.


Decepção é quando você risca em algo ou em alguém um xis preto ou vermelho.


Indiferença é quando os minutos não se interessam por nada especialmente.


Certeza é quando a idéia cansa de procurar e para.
Desilusão é quando anoitece em você, contra a vontade do dia.


Desatino é um desataque de prudência.


Alegria é um bloco de Carnaval que não liga se não é Fevereiro.


Razão é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o mandato.


Prudência é um buraco de fechadura na porta do tempo.


Lucidez é um acesso de loucura ao contrário.Pressentimento é quando passa em você um trailer de um filme que pode ser que nem exista.


Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.


Vontade é um desejo que cisma que você é a casa dele.


Culpa é quando você cisma que podia ter feito diferente, mas não pode mudar o que passou.


Raiva é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes.


Perdão é quando o Natal acontece em Maio, por exemplo.


Renúncia é um não que não queria ser.


Vaidade é ter um espelho onisciente, onipotente e onipresente.


Amigos são anjos que nos levantam quando nossas asas estão machucadas.


Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma.


Sorriso é a manifestação dos lábios quando os olhos encontram o que o coração procura.


Desculpa é uma palavra que pretende ser um beijo.


Beijo é um procedimento inteligentemente desenvolvido para a interrupção mútua da fala quando as palavras tornam-se desnecessárias.


Amor é... quando a paixão não tem outro compromisso marcado.


Não.

Amor é um exagero... também não. É um cuidar de...


Uma batelada de carinho?


Um exame, um dilúvio, um mundaréu,

uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego?

segunda-feira, 17 de março de 2008

Páscoa, o verdadeiro significado




Há dois mil anos atrás, um homem veio ao mundo disposto a ser o maior exemplo de amor e verdade que a humanidade conheceria.
Sua proposta de vida não foi atendida por muitos.
Condenaram este homem e crucificaram-no ignorando todos os seus propósitos de um mundo melhor.
Houve dor, angústia e escuridão.
Por três dias o sol se recusou a brilhar, a lua se negou a iluminar a Terra, até que o terceiro dia a vida acontecia.
A páscoa existe para nos lembrar deste momento inigualável chamado ressurreição.
Ressurreição do sorriso, da alegria de viver, do amor.
Ressurreição da amizade, da vontade de ser feliz.
Ressurreição dos sonhos, das lembranças.
E de uma verdade que está acima dos ovos de chocolates ou até dos coelhinhos da páscoa.
Cristo morreu, mas ressuscitou.
E fez isso somente para nos ensinar a matar os nossos piores defeitos e ressuscitar as maiores virtudes sepultadas no íntimo de nossos corações.
Que este seja o verdadeiro da minha, da sua, da nossa Páscoa, que possamos encontrar amor, carinho, paz, fraternidade, companheirismo, porque isso sim é o verdadeiro sentido da Páscoa.

domingo, 16 de março de 2008

Refletir sobre si mesmo




Impossível atravessar a vida…


Sem que um trabalho saia mal feito,


Sem que uma amizade cause decepção, sem padecer com alguma doença,


Sem que um amor nos abandone, sem que ninguém da família morra,


Sem que a gente se engane em um negócio.


Esse é o custo de viver.


O importante não é o que acontece, mas como você reage.


Você cresce…


Quando não perde a esperança, nem diminui a vontade, nem perde a fé.


Quando aceita a realidade e tem orgulho de vivê-la.


Quando aceita seu destino, mas tem garra para mudá-lo.


Quando aceita o que deixa para trás, construindo o que tem pela frente


E planejando o que está por vir.


Cresce quando supera, se valoriza e sabe dar frutos.


Cresce quando abre caminho, assimila experiências…


E semeia raízes…


Cresce quando se impõe metas,


Sem se importar com comentários, nem julgamentos quando dá exemplos,


Sem se importar com o desdém, quando você cumpre com seu trabalho...


Cresce quando é forte de caráter, sustentado por sua formação, sensível por temperamento…


E humano por nascimento!


Cresce quando enfrenta o inverno mesmo que perca as folhas,


Colhe flores mesmo que tenham espinhos e marca o caminho mesmo que se levante o pó.


Cresce quando é capaz de lidar com resíduos de ilusões,


É capaz de perfumar-se com flores…


E se elevar por amor!


Cresce ajudando a seus semelhantes, conhecendo a si mesmo e dando à vida, mais do que recebe.


E assim se cresce…


Pense nisso!

sábado, 15 de março de 2008

Minha oração



Meu Deus
Ajuda-me a dizer a palavra da verdade na cara dos fortes e a não mentir para obter o aplauso dos débeis.
Se me dás dinheiro, não tomes a minha felicidade, e se me dás forças, não tires o meu raciocínio.
Se me dás êxito, não me tires a humildade se me dás humildade, não tires a minha dignidade.
Ajuda-me a conhecer a outra face da realidade, e não me deixes acusar os meus adversários, apodando-os de traidores, porque não partilham o meu critério.
Ensina-me a amar o outro como amo a mim mesmo, e a julgar-me como o faço com os outros.
Não me deixes embriagar com o êxito, quando o consigo, nem a desesperar, se fracasso.
Sobretudo, faz-me sempre recordar que o fracasso é a prova que antecede o êxito.
Ensina-me que a tolerância é o mais alto grau da força e que o desejo de vingança é a primeira manifestação da debilidade.
Se me despojas do dinheiro, deixa-me a esperança, e se me despojas do êxito, deixa-me a força de vontade para poder vencer o fracasso.Se me despojas do dom da saúde deixa-me a graça da fé.
Se causo dano a alguém, dá-me a força da desculpa, e se alguém me causa dano, dá-me a força do perdão e da clemência.
Meu Deus…
Se eu me esquecer de Ti peço que Tu não Te esqueças de mim!
AMÉM !

sexta-feira, 14 de março de 2008

Amor de mãe



Certa mãe, querendo deixar um testamento para seus filhos, resolveu criar uma lista com os ensinamentos que achava mais importante.


A seguir, o que ela deixou...


“Meu querido filho, esta é a melhor maneira de viver seus dias em paz.


Por favor, siga meus conselhos”:


- Quando resolver dar alguma coisa, dar com alegria.
- Decorar seu poema favorito.
- Não acreditar em tudo que lhe dizem. Não desacreditar em tudo que afirmam ser mentira.
- Quando disser “te amo”, demonstrar com algum gesto.
- Quando disser “desculpa”, olhar a outra pessoa diretamente nos olhos.
- Acreditar em amor à primeira vista.
- Acreditar em antipatia à primeira vista.
- Nunca puxar o tapete dos outros: geralmente você também está em cima dele.
- Viver apaixonadamente, com todos os ferimentos que isso vai acarretar: vale a pena.
- Falar devagar: E pensar rápido.
- Não julgar uma pessoa por seus familiares.
- Se perguntarem algo indiscreto, sorrir e dizer: “Por que você quer saber isso?”. A conversa geralmente pára por aí.
- Lembrar que o grande amor e as grandes conquistas significam grandes riscos.
- Telefonar para sua mãe, e dizer o quanto ama.
- Quando errar, não esquecer a lição. E corrigir o que for possível.
- Lembrar sempre de três coisas: respeito por você mesmo, pelos outros, e por seus atos.
- Não deixar as pequenas brigas destruírem as grandes amizades.
- Quando atender ao telefone, sorrir ao dizer “alô”. Quem está do outro lado da linha irá perceber.
- Casar com alguém com quem gosta de conversar.
- Jamais esquecer que na velhice podemos perder muita coisa, mas a capacidade de comunicação permanece intacta.
- Ficar sozinho de vez em quando. Mas apenas de vez em quando.
- Ler mais, ver menos TV: fica mais fácil passar aos seus filhos o que você aprendeu.
- Saber que o silêncio pode ser uma resposta.
- Orar. O poder da oração é infinito.
- Ler nas estrelinhas.
- Viver uma vida que lhe permita olhar para trás e sorrir.
- Em discussões com pessoas amadas, concentrar-se no presente, e não trazer as feridas do passado.
- Quando viajar, visitar um lugar onde ninguém mais da excursão foi. Este será seu lugar.
- Você pode ter qualquer coisa. Mas não pode ter tudo.
- Lembre-se que seu caráter é um espelho do seu destino.
- Aproveitar a sorte, quando ela está a seu favor.
- Se precisar disparar a flecha da verdade, primeiro molhe a sua ponta no mel.
- Peça ajuda. E saiba reconhecê-la.
- Aprender todas as regras, e transgredir algumas, assim que for possível.
- Escolha seus amigos. E escolha seus inimigos: não dê a qualquer um a honra de enfrentá-lo.
- Quando alguém começar a lhe agredir verbalmente, não interrompa. Verá que a agressão se esvazia por si mesma.

Se respeitar estes conselhos, meu filho, você verá que sua vida será cheia de luz.


Com muito amor, sua mãe.


Reflexão:
"Nenhuma influência é tão poderosa quanto aquela de mãe."
Além dos filhos se sangue, muitas vezes sentimos e agimos como mãe para filhos nascidos do coração.
"O amor de mãe por seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo.
Ele não obedece lei ou piedade, ele ousa todas as coisas e extermina sem remorso tudo o que ficar em seu caminho."

quinta-feira, 13 de março de 2008

Você tem fé?




Ter fé é aceitar os desígnios de Deus, ainda que não os entendamos ou que não nos agrade.


É dar quando não temos, quando nós mesmos necessitamos.


Ter fé é crer, quando o mais fácil é ficar na duvida.


É guiar nossa vida não com os olhos mas com o coração.


Ter Fé é levantar-se quando se está caído.


É triste ficar caído no chão frio da autocompaixão.


Temos que reagir!


Ter fé é arriscar-se.


Nada na vida se consegue sem doses de sacrifício ou lutas.


É ver positivamente a vida.


Quem tem fé faz do hoje uma semente para um amanha mais feliz.


Ter fé é confiar, porém confiar não somente em coisas materiais, mas o mais importante é confiar nas pessoas, por mais que um dia alguém nos decepcione.


Quem confia em coisas materiais, vive uma relação fria, vazia.


Ter fé é sorrir mesmo quando tudo dá errado e seus olhos estão secos de tanto chorar.


É conduzir-se pelos caminhos da vida, segurando o Mão de Deus sem medo ou duvidas.


É descansarmos para que Ele nos carregue em vez de nós carregarmos a nossa coleção de problemas.


Jogue-se nos braços de Deus antes de se desesperar.


Reflexão: Ter fé é acreditar no impossível, pois nosso Deus não descuida um só minuto de todos nós!


Tenha fé por mais que todos ao seu redor digam, afirmem que você não conseguira.


Só Deus pode determinar o sim ou o não em sua vida. Bom dia e pense nisso!