sexta-feira, 31 de agosto de 2007

O que a mulher realmente quer?



Ontem conversando com minha querida amiga Cida Velo, ela citou este conto que eu achei fantástico e fui buscar para a reflexão de hoje.

”O Rei Arthur, em sua juventude, foi pego caçando em propriedade alheia, nas florestas de um reino vizinho e foi apanhado pelo rei.

Ele poderia muito bem tê-lo matado imediatamente, pois era essa a punição por transgredir as leis de bens e propriedades.

Mas o rei vizinho se sentiu tocado pela juventude e pelo caráter cativante de Arthur.

Ele ofereceu liberdade a Arthur se conseguisse encontrar a resposta a uma pergunta muito difícil, em um ano.

A pergunta: “O que a mulher realmente quer?”

Isso desconcertaria o mais sábio dos homens e pareceu intransponível para o jovem.

Era melhor que ser enforcado e, assim, Arthur voltou para casa e começou a perguntar isso a todos com quem se encontrava.

Rameira e freira, princesa e rainha, sábio e bobo da corte - perguntou a todos, mas ninguém conseguiu oferecer uma resposta convincente.

Cada um deles, entretanto, advertiu-o de que existia alguém que saberia: a velha bruxa.

O custo seria alto, pois era proverbial no reino que a velha bruxa cobrava por seus serviços preços que arruinaria qualquer um.

Chegou o último dia do ano e Arthur finalmente foi levado a consultar a velha megera.

Ela concordou em fornecer uma resposta, que iría satisfazer o rei acusador, mas era necessário discutir antes o preço.

O preço? Casamento da velha bruxa com Gawain, o mais nobre cavaleiro da Távola Redonda e o amigo de infância mais íntimo de Arthur.


Arthur olhou a velha bruxa com horror; ela era feia, tinha um único dente, exalava um odor que faria uma cabra adoecer, emitia sons obscenos e era corcunda. Nunca houve uma visão mais repugnante!


Arthur intimidou-se com a perspectiva de pedir que seu amigo de infância assumisse esse terrível fardo por ele. Mas Gawain, quando soube da barganha, julgou que isso não era muito para dar a seu companheiro e para preservar a Távola Redonda.

O casamento foi anunciado e a velha megera ofereceu sua infernal sabedoria:


O que a mulher realmente quer? Quer soberania sobre sua própria vida.


Todos souberam, no instante em que ouviram isso, que a grande sabedoria feminina tinha sido enunciada e que Arthur estaria salvo.

O rei acusador de fato deu a Arthur a sua liberdade quando ouviu a resposta.

Mas o casamento! Toda a corte estava lá, e ninguém mais dividido entre o alívio e a angústia que o próprio Arthur.

Gawain foi cortês, gentil e respeitoso; a velha bruxa externou seus piores modos, devorou a comida de seu prato sem ajuda dos talheres, produziu barulhos e odores hediondos.


Nunca antes a corte de Arthur tinha se sujeitado a tal constrangimento. Mas prevaleceu a cortesia e o casamento se realizou.

O casamento poderia ter sido pior, de acordo com o conto, e nós deveríamos descer a cortina de circunstâncias sobre as condutas, exceto por um único e maravilhoso momento:

Quando Gawain estava preparado para o leito nupcial e esperava que sua noiva se reunisse a ele, ela surgiu como a mais adorável donzela que um homem poderia desejar ver!

Gawain, assombrado, perguntou o que tinha acontecido. A donzela replicou que porque Gawain tinha sido cortês com ela, ela mostraria a ele seu lado hediondo metade do tempo e seu lado gracioso na outra metade do tempo.

Qual dos dois ele escolhia para o dia e qual para a noite?

Essa é uma questão cruel a se colocar para um homem e Gawain fez um rápido cálculo.

Ele queria uma adorável donzela para exibir durante o dia, para que todos os seus amigos pudessem ver e uma megera hedionda à noite, na privacidade de seu quarto; ou queria uma megera hedionda durante o dia e uma adorável donzela nos momentos íntimos de sua vida?

Homem nobre que era, Gawain replicou que deixaria a donzela escolher.

Ao que ela anunciou que seria uma agradável donzela para ele tanto de dia quanto à noite, já que ele a tinha respeitado e dado soberania sobre sua própria vida, dando realmente o que uma mulher quer.

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Lição de perseverança


(Esta mensagem chegou pra mim por e-mail, vinda de uma amiga querida da Comunidade 1957 - 50 Anos, a Arlete)

Já observaste a atitude dos pássaros perante as adversidades?
Levam dias e dias fazendo o seu ninho, recolhendo materiais às vezes atravessando de longas distâncias...
... E quando está terminado e estão prontos para pôr os ovos, as inclemências do tempo ou a acção do ser humano ou de algum animal, destrói-o e cai por terra todo o seu esforço e trabalho...
O que faz o pássaro?
Paraliza, abandona a tarefa?
De maneira nenhuma!
Recomença, uma e outra vez, até que no ninho aparecem os primeiros ovos.
Às vezes -muitas vezes- antes do nascimento dos filhotes algum animal, uma criança, uma tempestade, volta a destruir o ninho, mas desta vez com o seu precioso conteúdo.
.. É duro recomeçar do zero...
Apesar de tudo, o pássaro nunca enmudece nem retrocede; continua a cantar e a construir, construir e cantar...
Já alguma vez sentiste que a tua vida, o teu trabalho, a tua família, os teus amigos não são o que sonhaste?
Já te apeteceu dizer : chega!, não vale a pena o esforço, isto é demasiado para mim?
Estás cansado de recomeçar, do desgaste da luta diária, da confiança atraiçoada, das metas não alcançadas quando estavas quase a conseguí-lo?
Por mais que a vida te magoe,não te entregues nunca, diz uma oração, põe a tua esperança à frente e investe.
Não te preocupes se na batalha sofres alguma ferida, é de esperar que isso aconteça.
Junta os pedaços da tua esperança, monta-a de novo e volta a investir.
Aconteça o que acontecer... não desmaies, segue em frente.
A vida é um desafío constante mas vale a pena aceitá-lo.
E sobretudo... nunca deixes de cantar.

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Luminosidade


Acalma teu ser Criança, respira...


Permitas ter bons momentos de tranqüilidade, de descanso, de silêncio, de preenchimento.


Vive um pouco mais daquelas coisas que para ti fazem tão bem, daquelas coisas que tanto gostas.


Muda teus planos, dá menos atenção aos teus humores recaídos, aos teus rompantes de defesas, aos teus medos frente àquilo que desconheces.


Caminha um pouco mais, fuma um pouco menos, alimenta-te de uma forma mais saudável.


Deixa a brisa do amanhecer entrar pela tua janela e desperta com banhos prolongados, com o nascer do sol, com a musica da natureza.


Deixa teus problemas guardados em algum lugar no qual possas esquecê-los um pouco, para assim criares um distanciamento e vê-los com a mesma visão de uma pessoa que está fora destas situações.


Verás que algumas situações farão brotar um riso em tua face, tamanha sua irrelevância.


Repara teus erros, dá o perdão para ti mesmo e tenta seguir o teu caminho de uma forma mais leve, de uma forma onde a gentileza possa te acompanhar de perto.


Quando te pegas nas próprias mãos e começas a dar rumo para a tua falta de direção, saltando dos laços onde te amarrastes tão forte, tentando, de alguma forma, encontrar o que alegra o teu coração, tuas forças se renovam, deixando-te com aquela sensação de luminosidade.


Vive com simplicidade, porque a simplicidade é a maior alegria que podes dar para o teu mundo.


Não te abandones em qualquer canto, leva-te para os melhores lugares, tanto interna como externamente.


Um pouco de carinho, um pouco da tua própria compreensão, do teu amor é essencialmente necessário para que possas desfrutar da tua vida e daqueles que te cercam.


Sê grato, pois mesmo sem te dares conta, muito te é dado.

terça-feira, 28 de agosto de 2007

O menino e o cachorro


Um menino entra na loja de animais e pergunta o preço dos filhotes à venda.


- Entre 30 e 50 dólares, respondeu o dono.


O menino puxou uns trocados do bolso e disse:


- Mas, eu só tenho 3 dólares ...


- Poderia ver os filhotes?


O dono da loja sorriu e chamou Lady, a mãe dos cachorrinhos, que veio correndo, seguida de cinco bolinhas de pêlo.


Um dos cachorrinhos vinha mais atrás, com dificuldade, mancando de forma visível.


O menino apontou aquele cachorrinho e perguntou:


- O que é que há com ele?


O dono da loja explicou que o veterinário tinha examinado e descoberto que ele tinha um problema na junta do quadril, mancaria e andaria devagar para sempre.


O menino se animou e disse com enorme alegria no olhar:


- Esse é o cachorrinho que eu quero comprar! O dono da loja respondeu:


- Não, você não vai querer comprar esse. Se quiser realmente ficar com ele, eu lhe dou de presente.


O menino emudeceu e, com os olhos marejados de lágrimas, olhou firme para o dono da loja e falou:


- Eu não quero que você o dê para mim.


Aquele cachorrinho vale tanto quanto qualquer um dos outros e eu vou pagar tudo.


Na verdade, eu lhe dou 3 dólares agora e 50 centavos por mês, até completar o preço total.


Surpreso, o dono da loja contestou:


- Você não pode querer realmente comprar este cachorrinho.


Ele nunca vai poder correr, pular e brincar com você e com os outros cachorrinhos.


O menino ficou muito sério, acocorou-se e levantou lentamente a perna esquerda da calça, deixando à mostra a prótese que usava para andar.


Olhou bem para o dono da loja e respondeu:


- Veja, não tenho uma perna ...


Eu não corro muito bem e o cachorrinho vai precisar de alguém que entenda isso.



Às vezes, desprezamos as pessoas com que convivemos todos os dias, por causa dos seus "defeitos", quando na verdade somos tão iguais ou pior do que elas. Desconsideramos que essas mesmas pessoas precisam apenas de alguém que as compreendam e as amem, não pelo que elas poderiam fazer, mas pelo que realmente são.
(assista ao vídeo)

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

O que é a vida?



"A vida é o oceano


A tristeza e a felicidade são os ventos


Os pensamentos são as pontas das montanhas, que se erguem como ilhas


A vida de uma pessoa é o seu veleiro.



Uma pessoa em harmonia


É aquela que sabe usar os ventoscomo força para se impulsionar,usar as ilhas para o seu descanso na sua jornada,apreciar o balanço das ondas, como elas devem ser,
E ao final da jornada,abrir um sorriso e dizer: a viagem valeu!



Uma pessoa em desarmoniaÉ aquela que sempre transforma os ventos numa tempestade,


Que ignora as ilhas, e as vêem como obstáculos as suas jornadas,


Que acha que as ondas só podem estar no topo,


Que no fim da jornada apenas conta quantas vezes as ondas desceram e quantas vezes o barco virou. "

domingo, 26 de agosto de 2007

De um jeito só seu




Há um jeito que é só seu, de semear o bem.
Se tem sabedoria para falar, fale!
Há pessoas precisando de quem lhes rasgue novos horizontes.
Se tem o dom de ouvir, ouça!
Há pessoas precisando falar para reorganizar os pensamentos e sentimentos.
Se tem o dom de enxergar os talentos alheios, enalteça-os!
Há pessoas que desabrocham por conta de alguém que lhes reconheça um dom.
Se tem discernimento o bastante para fazer uma observação construtiva, faça-a!
Há pessoas persistindo no mesmo erro, por falta de alguém que as alerte com carinho e firmeza.
Se você não tem vocação para engajar-se em movimentos filantrópicos de grande alcance, tenha em mente que o maior bem a ser semeado começa dentro do seu lar.
Oferte a sua canção, a sua poesia, a sua hospitalidade, aquele prato que ninguém sabe fazer igual.
Oferte a sua diplomacia, a sua liderança ou a sua capacidade de atuar em segundo plano para o bem comum.
Oferte o seu talento para contar piadas e fazer rir.
A sua ternura natural no trato com crianças, idosos ou animais.
A sua capacidade de manter o sangue frio nas horas de crise, quando todos em sua volta desabam.
A sua santa paciência de permanecer num hospital ao lado de um enfermo terminal, ou de varar a noite num velório, naquela hora crítica em que todos vão embora.
Há um jeito que é só seu e todo seu, mesmo que seja ofertar uma flor sem ser dia de nada.
Mesmo que seja uma prece sincera feita no silêncio do seu quarto.
Na contabilidade Divina, pouco importa se o seu jeito de semear o bem vai alcançar uma criatura, ou milhões de criaturas.
Você está fazendo a sua parte, de um jeito que é só seu.
É só isto que realmente importa!

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

HOJE ACORDEI PARA VENCER!


A auto mensagem positiva logo pela manhã é um estímulo que pode mudar seu humor, fortalecer sua-confiança e, com pensamento positivo, você reunirá forças para vencer os obstáculos.


Não deixe que nada afete seu estado de espírito.


Envolva-se pela música, cante ou ouça.


Comece a sorrir mais cedo.


Ao invés de reclamar quando o rélogio despertar, agradeça a Deus pela oportunidade de acordar mais um dia cedo.


O bom humor é contagiante: espalhe-o.


Fale de coisas boas, de saúde, de sonhos, com quem você encontrar.


Não se lamente, ajude as outras pessoas a perceberem o que há de bom dentro de sí. Não viva emoções mornas e vazias.


Cultive seu interior, extraia o máximo de pequenas coisas.


Seja transparente e deixe que as pessoas saibam que você as estima e precisa delas. Repense seus valores e dê a si mesmo a chance de crescer e ser mais feliz. Tudo o que merecer ser feito, merece ser bem feito.


Torne suas obrigações atraentes, tenha garra e determinação.


Mude, opine, ame o que você faz.


Não trabalhe só por dinheiro e sim pela satisfação da "missão cumprida".


Lembre-se, nem todos têm a mesma oportunidade. Pense no melhor, trabalhe pelo melhor e espere pelo melhor.


Transforme seus momentos difíceis em oportunidades.


Seja criativo, buscando alternativas e apresentando soluções ao invés de problemas.


Veja o lado positivo das coisas e assim você tornará seu otimismo uma realidade.


Não inveje. Admire!


Seja entusiasta com o sucesso alheio como seria com seu próprio.


Idealize um modelo de competência e faça a sua auto-avaliação para saber o que está lhe faltando para chegar lá.


Ocupe o seu tempo crescendo, desenvolvendo sua habilidade e seu talento. Só assim não terá tempo para criticar os outros.


Não acumule fracassos, e sim experiências.


Tire proveito de seus problemas e não se deixe abater por eles.


Tenha fé e energia, acredite.


Você pode tudo o que quiser.


Perdoe, seja grande para os aborrecimentos, nobre para a raiva, forte para vencer o medo e feliz para permitir a presença de momentos felizes.


Não viva só para o seu trabalho.


Tenha outras atividades paralelas como: esportes, leitura, cultive amigos.


O trabalho é uma das contribuições que damos para a vida, mas não se deve jogar nele todas as nossas expectativas de realizações.


Finalmente, ria das coisas à sua volta, ria de seus problemas, de seus erros, ria da vida.


"A gente começa a ser feliz quando é capaz de rir da gente mesmo".



quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Quando o Amor acaba


Uma querida amiga me enviou este texto, com a conclusão de que nesta mensagem podemos definir a essência do Amor de uma maneira geral e como ele acaba, como deixamos de amar , um sentimento só nosso, de dentro do coração... seja amor de amigo, amor de irmão, amor por uma situação, amor de homem mulher, amor de filho, amor por um lugar...


É simples e nos machuca o tanto que nos torna possível sentir que um simples gesto disgnostica a quebra deste sentimento.


Dígno de Refletir e Sentir.


Boa leitura.




O amor acaba.

Numa esquina, por exemplo,

num domingo de lua nova,

depois de teatro e silêncio;

acaba em cafés engordurados,

diferentes dos parques de ouro onde começou a pulsar;

de repente, ao meio do cigarro que ele atira de raiva contra um automóvel

ou que ela esmaga no cinzeiro repleto,

polvilhando de cinzas o escarlate das unhas;

na acidez da aurora tropical,

depois duma noite votada à alegria póstuma, que não veio;

e acaba o amor no desenlace das mãos no cinema,

como tentáculos saciados,

e elas se movimentam no escuro como dois polvos de solidão;

como se as mãos soubessem antes que o amor tinha acabado;

na insônia dos braços luminosos do relógio;

e acaba o amor nas sorveterias diante do colorido iceberg,

entre frisos de alumínio e espelhos monótonos;

e no olhar do cavaleiro errante que passou pela pensão;

às vezes acaba o amor nos braços torturados de Jesus, filho crucificado de todas as mulheres;

mecanicamente, no elevador, como se lhe faltasse energia;

no andar diferente da irmã dentro de casa o amor pode acabar;

na epifania da pretensão ridícula dos bigodes;

nas ligas, nas cintas, nos brincos e nas silabadas femininas;

quando a alma se habitua às províncias empoeiradas da Ásia,

onde o amor pode ser outra coisa, o amor pode acabar;

na compulsão da simplicidade simplesmente;

no sábado, depois de três goles mornos de gim à beira da piscina;

no filho tantas vezes semeado, às vezes vingado por alguns dias, mas que não floresceu, abrindo parágrafos de ódio inexplicável entre o pólen e o gineceu de duas flores;

em apartamentos refrigerados, atapetados, aturdidos de delicadezas,

onde há mais encanto que desejo;

e o amor acaba na poeira que vertem os crepúsculos,

caindo imperceptível no beijo de ir e vir;

em salas esmaltadas com sangue, suor e desespero;

nos roteiros do tédio para o tédio, na barca, no trem, no ônibus,

ida e volta de nada para nada; em cavernas de sala e quarto conjugados

o amor se eriça e acaba;

no inferno o amor não começa;

na usura o amor se dissolve;

em Brasília o amor pode virar pó;

no Rio, frivolidade;

em Belo Horizonte, remorso;

em São Paulo, dinheiro;

uma carta que chegou depois, o amor acaba;

uma carta que chegou antes, e o amor acaba;

na descontrolada fantasia da libido;

às vezes acaba na mesma música que começou, com o mesmo drinque, diante dos mesmos cisnes;

e muitas vezes acaba em ouro e diamante,

dispersado entre astros;

e acaba nas encruzilhadas de Paris, Londres, Nova Iorque;

no coração que se dilata e quebra,

e o médico sentencia imprestável para o amor;

e acaba no longo périplo, tocando em todos os portos,

até se desfazer em mares gelados;

e acaba depois que se viu a bruma que veste o mundo;

na janela que se abre, na janela que se fecha;

às vezes não acaba e é simplesmente esquecido

como um espelho de bolsa, que continua reverberando sem razão

até que alguém, humilde, o carregue consigo;

às vezes o amor acaba como se fora melhor nunca ter existido;

mas pode acabar com doçura e esperança;

uma palavra, muda ou articulada, e acaba o amor; na verdade;

o álcool;

de manhã, de tarde, de noite;

na floração excessiva da primavera;

no abuso do verão;

na dissonância do outono; no conforto do inverno;

em todos os lugares o amor acaba;

a qualquer hora o amor acaba; por qualquer motivo o amor acaba;

para recomeçar em todos os lugares e a qualquer minuto o amor acaba.

terça-feira, 21 de agosto de 2007

O amor e a amizade


Quando amar,ame o mais profundo que puder...
Quando falar,fale o que for realmente necessário...
Quando sorrir,procure sorrir com os olhos também...
Quando inventar algo,procure pensar nas pessoas que estará ajudando com seu invento...
Quando pensar em desistir,lembre-se da luta que foi começar, e não desista !
Quando quiser se declarar a alguém, faça isso sem medo do que esta pessoa pensará de você...
Quando sonhar,sonhe bem alto, bem longe....
Quando for partir,não diga "adeus", diga que foi tudo foi maravilhoso...
Quando abraçar um amigo,abraçe-o com todo carinho e lembre desse abraço por toda vida !Quando precisar de ajuda,não se envergonhe em pedir socorro, sua humildade vale a vitória...
Quando sentir raiva de alguém,peça luz em oração para esta pessoa...
Quando tentar algo de novo na vida,tente pra valer, mude, arrisque-se, viva intensamente...
Quando você precisar de um amigo,lembre-se de mim,estarei aqui torcendo por você e pela sua felicidade !

segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Oração de São francisco


Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.


Onde houver ódio, que eu leve o amor;


Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;


Onde houver discórdia, que eu leve a união;


Onde houver dúvida, que eu leve a fé;


Onde houver erro, que eu leve a verdade;


Onde houver desespero, que eu leve a esperança;


Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;


Onde houver trevas, que eu leve a luz.


Ó Mestre, Fazei que eu procure mais


Consolar, que ser consolado;


Compreender, que ser compreendido;


Amar, que ser amado.


Pois, é dando que se recebe,


É perdoando que se é perdoado,


E é morrendo que se vive para a vida eterna.

domingo, 19 de agosto de 2007

Um amigo


Nunca nos veremos num deserto
Nem nos perderemos no caminho se tivermos um Amigo.
Nunca nos desesperaremos em busca de
Amor ou de Compreensão se tivermos um Amigo.
Nossas almas, sentindo essa união, se preencherão de
Amor e de Alegria, serão fortes diante da rejeição e do desprezo
se tivermos um Amigo.
Perante erros e acertos nós nos alegraremos e

jamais cairemos em desalento ou abandonos e tivermos um Amigo.
Poderemos caminhar em paz e seguros por sabermos

que alguém se importará conosco e nos
ajudará pelo caminho.
Quando a solidão bater à nossa porta, não temeremos,

porque alguém escutará nosso chamado:
será esse nosso Amigo.
Nossa necessidade de sermos amadoscresceria mais

forte a cada dia,não fosse o toque carinhoso desse Amigo.
Sermos carinhosos e agradecidos a eleé a maior de todas as atitudes.
Estejamos sempre alertas para não feri-lo,
para não nos arrependermos tarde demais,
quando ele já tiver ido.
Que possamos ser felizes diante de qualquer

adversidade,só por termos a certezade que há
alguém disposto a nos dar a mão:
Nosso Amigo!
(Silvia Schmidt)

sábado, 18 de agosto de 2007

Prece de Cáritas


Psicografada na noite de 25 de dezembro de 1873 pela médium Madame W, Krill, num círculo espírita de Bordeaux, França

Deus nosso pai, vós que sois todo poder e bondade.
Dai a força àquele que passa pela provação.
Dai a luz àquele que procura à verdade.
Ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.

DEUS,
Dai ao viajor a estrela guia,
ao aflito a consolação,
ao doente o repouso.

PAI,
Dai ao culpado o arrependimento,
ao espírito a verdade,
a criança o guia
ao órfão o pai

SENHOR,
que a vossa bondade se estenda sobre tudo que criaste.
Piedade senhor para aqueles que não vos conhecem,
A esperança para aqueles que sofrem.
Que a vossa bondade permita aos espíritos consoladores
derramarem por toda parte a paz, a esperança e a fé.

DEUS,
um raio, uma faísca do vosso amor pode abrasar a terra.
Deixai-nos beber nas fontes esta bondade fecunda e infinita
e todas as lágrimas secaram, todas as dores acalmar-se-ão.
uma só oração, um só pensamento subirá até vos,
como um grito de reconhecimento e de amor.

Como Moisés sobre a montanha
nos lhe esperamos com os braços abertos
Oh bondade !
Oh beleza !
Oh perfeição !
e queremos de alguma sorte alcançar vossa misericórdia.

DEUS,
Dai-nos a força de ajudar o progresso a fim de subirmos até vos.
Dai-nos a caridade pura.
Dai-nos a fé e a razão.
Dai-nos a simplicidade, que fará de nossas almas...
um espelho onde se refletirá a vossa santa e misericordiosa imagem
.

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

O jardim secreto de cada um...




Há dentro de todos nós essa necessidade de ter em algum lugar nosso jardim secreto, não onde vamos confinar nossos segredos, mas onde podemos ter um encontro real e exclusivo conosco.
Umas pessoas sentem mais essa necessidade que outras, mas estar consigo de vez em quando, interiorizar-se, colocar ordem nos pensamentos ou simplesmente abandonar-se, é vital ao equilíbrio de todos nós.
Em todo relacionamento onde o amor existe, esse espaço deve ser conservado como o limite de cada um. Os relacionamentos fusionais que ultrapassam essas barreiras acabam por destruir-se, pois amar é também respeitar que a outra pessoa tenha seu recanto, seus pensamentos e, por que não, seus próprios amigos, próprias idéias e sonhos.
As pessoas não precisam estar juntas cem por cento do tempo para provarem que se amam. Elas se amam por que se amam e pronto. Dar ao outro um pouco de espaço, um pouco de ar para respirar, é dar-lhe também a oportunidade de sentir falta de estar junto. E isso vale tanto para os amores como para as amizades.
As cobranças intermináveis, resultados de carências afetivas, acabam por sufocar a outra parte e cria na que pede, espera, implora, ansiedades que a tornarão infeliz, pois ela verá como desamor qualquer gesto que não corresponda ao que espera.
Amar é deixar o outro livre para ficar ou para se retirar. É respeitar seu silêncio e seu desejo de solitude. E é deixá-lo livre para ir e voltar quando o coração pedir, que isso seja numa cidade ou dentro de uma casa.

Nada impede que um grande e lindo jardim seja construído juntos e que de mãos dadas se passeie por ele, com o peito cheio de felicidade e a cabeça cheia de sonhos... mas ainda assim, o jardim secreto de cada um deve ser mantido como lugar único e que vai, no fim das contas, enriquecer as relações.

Letícia Thompson

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Pessoas não mudam


Pessoas não mudam, só encontram novos motivos para Fazer o Que Fazem!

Quase sempre ficamos esperando que as pessoas ao nosso redor sejam simpáticas, gentis e atenciosas para conosco.
Cobramos e ficamos tristes com aqueles que são mal educados e violentos.

Mas a pergunta que faço hoje é: Porque devemos esperar que as pessoas sejam simpáticas conosco?
Jesus ensinou que “assim como deseja que os outros lhe façam, faça também”.

Você quer que as pessoas lhe sejam atenciosas?
Dê atenção a elas.
Quer que as pessoas lhe sejam amáveis?
Seja amável com elas.

Quer que lhe sejam úteis e prestativas?
Primeiro seja você útil e prestativo.
Assim como quer que os outros lhe façam, faça-o a eles.

Talvez o ambiente em sua casa esteja tenso, porque você está tenso.
Talvez haja mau humor no seu meio porque você vive de mau humor.
Talvez haja falta de amor porque falta o seu amor.

Foi isso que Deus fez através de Jesus.
Primeiro ele amou o mundo, quando o mundo era pecador.
Deus o ama, apesar de você.
Ele o ama, apesar da sua boca suja, dos seus defeitos de carácter, das suas injustiças e incoerências.
Ele mostrou amor ao homem quando o homem não tinha nenhuma coisa positiva com que impressioná-lo.
Por isso que o ex-perseguidor da igreja de Cristo, o apóstolo Paulo, declarou:
“O amor de Cristo nos constrange”.

Existe um forte poder de transformação nas pessoas quando as amamos.
Existe um poder persuasivo quando agimos e não somente reagimos.
Você quer mudar as pessoas à sua volta?
Transforme-se primeiro.

quarta-feira, 15 de agosto de 2007

A Pessoa Errada


Após muito tempo sem ter contato, recebi mensagem de uma amiga de muitos anos...Rosângela...trazendo esta beleza de texto o qual posto aqui com prazer...
********************************************************************************************************
Pensando bem

Em tudo o que a gente vê e vivencia e ouve e pensa

Não existe uma pessoa certa para nós

Existe uma pessoa que se você for parar para pensar

É, na verdade, a pessoa errada.

Porque a pessoa certa

Faz tudo certinho

Chega na hora certa,

Fala as coisas certas,

Faz as coisas certas,

Mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.

Aí é a hora de procurar a pessoa errada.

A pessoa errada te faz perder a cabeça

Fazer loucuras

Perder a hora

Morrer de amor

A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar

Que é para na hora que vocês se encontrarem

A entrega ser muito mais verdadeira.

A pessoa errada é, na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa

Essa pessoa vai te fazer chorar

Mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas

Essa pessoa vai tirar seu sono

Mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível

Essa pessoa talvez te magoe

E depois te enche de mimos pedindo seu perdão

Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado

Mas vai estar 100% da vida dela esperando você

Vai estar o tempo todo pensando em você.

A pessoa errada tem que aparecer para todo mundo

Porque a vida não é certa

Nada aqui é certo

O que é certo mesmo é que temos que viver

Cada momento

Cada segundo

Amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo,conseguindo

E só assim..

É possível chegar àquele momento do dia

Em que a gente diz: "

Graças à Deus deu tudo certo"

Quando na verdade Tudo o que ele quer

É que a gente encontre a pessoa errada

Para que as coisas comecem a realmente funcionar direito para nós...

terça-feira, 14 de agosto de 2007

A Vida



Por muito tempo eu pensei que a minha vida fosse se tornar uma vida de verdade.


Mas sempre havia um obstáculo no caminho, algo a ser ultrapassado antes de começar a viver, um trabalho não terminado, uma conta a ser paga.


Aí sim, a vida de verdade começaria.


Por fim, cheguei à conclusão de que esses obstáculos eram a minha vida de verdade.


Essa perspectiva tem me ajudado a ver que não existe um caminho para a felicidade.


A felicidade é o caminho!


Assim, aproveite todos os momentos que você tem.


E aproveite-os mais se você tem alguém especial para compartilhar, especial o suficiente para passar seu tempo; e lembre-se que o tempo não espera ninguém.


Portanto, pare de esperar até que você termine a faculdade;


Até que você volte para a faculdade;


até que você perca 5 quilos;


até que você ganhe 5 quilos;


até que você tenha tido filhos;


até que seus filhos tenham saído de casa;


até que você se case;


até que você se divorcie;


até sexta à noite;


até segunda de manhã;


até que você tenha comprado um carro ou uma casa nova;


até que seu carro ou sua casa tenham sido pagos;


até o próximo verão, outono, inverno;


até que você esteja aposentado;


até que a sua música toque;


até que você tenha terminado seu drink;


até que você esteja sóbrio de novo;


até que você morra;


E decida que não há hora melhor para ser feliz do que AGORA MESMO...


LEMBRE-SE: FELICIDADE É UMA VIAGEM, NÃO UM DESTINO".

segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Pequenos Gestos


Este texto foi enviado pela minha amiga Yara



É curioso observar como a vida nos oferece resposta aos mais variados questionamentos do cotidiano...


Vejamos:


A mais longa caminhada só é possível passo a passo...


O mais belo livro do mundo foi escrito letra por letra...


Os milênios se sucedem, segundo a segundo...


As mais violentas cachoeiras se formam de pequenas fontes...


A imponência do pinheiro e a beleza ipê começaram ambas na simplicidade das sementes...


Não fosse a gota e não haveria chuvas...


O mais singelo ninho se fez de pequenos gravetos e a mais bela construção não se teria efetuado senão a partir do primeiro tijolo...


As imensas dunas se compõem de minúsculos grãos de areia...


Como já refere o adágio popular, nos menores frascos se guardam as melhores fragrâncias...


É quase incrível imaginar que apenas sete notas musicais tenham dado vida à"Ave Maria", de Bach, e à "Aleluia", de Hendel...


O brilhantismo de Einstein e a ternura de Tereza de Calcutá tiveram que estagiar no período fetal e nem mesmo Jesus, expressão maior de Amor, dispensou a fragilidade do berço......


Assim também o mundo de paz, de harmonia e de amor com que tanto sonhamos só será construído a partir de pequenos gestos de compreensão, solidariedade, respeito, ternura, fraternidade, benevolência, indulgência e perdão, dia a dia...


Ninguém pode mudar o mundo, mas podemos mudar uma pequena parcela dele:


esta parcela que chamamos de "Eu".


Não é fácil nem rápido...Mas vale a pena tentar!


Sorria!!!

domingo, 12 de agosto de 2007

Pai, saudades de você!


Uma homenagem ao meu papai Aloysio Meira * 1913 - 1991*

Falar sobre pai é falar de amor…


Sentir sua falta é algo inexplicável. Mas, tentarei expressar esta saudades, através dessas humildes palavras com muita dor.


Pai… Sinto falta de:


- Sua voz que me aconselhava com ternura;


- Do seu olhar sereno com doçura;


- De suas mãos me reerguerem quando eu caia;


- De seu abraço que me envolvia;


Pai, com sua proteção eu nada temia!

E seus conselhos eram para o meu bem…


Pai eu estou tanta saudades!


Sem invejar, vejo as pessoas que tem pais, que muitas vezes os maltratam com gestos e palavras, não valorizando-os, então penso:


Pai daria tudo para poder novamente:


- Sua mão segurar;


- Seus miúdos olhos a me contemplar;


- Sua voz ouvir;


E ter uma nova chance de dizer: EU TE AMO!


E ser carinhosa, menos teimosa, ter tempo para conversar os seus assuntos preferidos.


Pai e Mãe… Não deveriam jamais morrer.


Pois, quanto mais se vive é pouco para dizer: Eu te amo PAI!


Quem tem seu pai vivo, não desperdice o tempo, fale sobre o seu amor por ele HOJE… Pois, AMANHÃ pode ser tarde demais…

sábado, 11 de agosto de 2007

Pedaço de bolo


Às vezes nos perguntamos: "O que eu fiz pra merecer isso?", ou "Por que Deus tinha que fazer isso justo comigo?".


Aqui vai uma belíssima explicação.


A filha dizia a sua Mãe como tudo ia errado. Ela não se saiu bem na prova de Matemática, o namorado resolveu terminar com ela e a sua melhor amiga estava de mudança para outra cidade.


Enquanto isso, sua Mãe preparava um bolo e perguntou se a filha gostaria de um pedaço, e ela disse:


- É claro mãe, eu adoro os seus bolos.


- Toma, um pouco de óleo de cozinha.


- Credo!- Que tal então comer uns ovos crus?


- Que nojo, Mãe!


- Quer então um pouquinho de farinha de trigo ou bicarbonato de sódio?


- Mãe, isso não presta!


A Mãe então respondeu:

- É verdade, todas essas coisas parecem ruins sozinhas, mas quando as colocamos juntas, na medida certa, elas fazem um bolo delicioso!


Deus trabalha do mesmo jeito.


Às vezes a gente se pergunta por que Ele quis que nós passássemos por momentos difíceis, mas Deus sabe que quando Ele põe todas essas coisas na ordem exata, elas sempre nos farão bem.


A gente só precisa confiar nEle e todas essas coisas ruins se tornarão algo fantástico!


Deus é louco por você.


Ele te manda flores em todas as primaveras e o nascer o Sol todas as manhãs.


Sempre que você quiser conversar, Ele vai te ouvir.


Ele pode viver em qualquer lugar do universo, e Ele escolheu o seu coração.

Espero que o seu dia seja como um "pedaço de bolo!".

sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Re-sentimento

Minha amiga Cida Velo me mandou este texto , adorei e publico com prazer!



Se você recebeu um tratamento péssimo daquele cliente, daquela namorada, do professor, do seu marido, dos seus pais, dos seus filhos, dos vizinhos, do seu chefe, dos seus colegas, dos críticos, do cachorro...


Você tem toda razão em ter sentido mágoa, tristeza e desapontamento quando isso aconteceu. Mas sentir tais coisas só tem lógica se for naquele momento. Se você está, ainda hoje, sentindo essa decepção, essa tristeza, essa mágoa com outra pessoa, então você está ressentido, ou ressentida, com ela ou com o ocorrido.


Veja com atenção o significado da palavra ressentimento:


RE-SENTIMENTO = Sentir novamente.


Ao guardar qualquer ressentimento você está se acorrentando a alguém que lhe fez mal, mesmo que essa pessoa não queira mais isso, ainda que foi involuntáriamente.


Você está re-sentindo a dor que só existe em sua memória.A outra pessoa, por pior que tenha sido o fato, não será prejudicada por seu ressentimento.
Mas você será...


E muito!Viva o momento presente.


Há momentos de tristezas, decepções, erros, partidas, traições ou simplesmente infortúnios.


Chore, reclame, brigue e viva o momento que tiver que viver.
Mas, quando o momento passar, viva o momento seguinte, sem ficar com os grilhões do passado prendendo sua existência
até sua morte.


Esqueça as coisas ruins do passado. Ele não existe mais.Isso inclui os ressentimentos contra aquela pessoa que você encontra
no espelho.


O que ela tiver feito de errado, ontem ou há + 30 anos, deve ser deixado de lado.


Não sinta ressentimento quanto aos erros dessa pessoa.


E, se mesmo com toda a lógica do mundo, você ainda estiver "sentindo re-sentimento" e mágoa de alguém, lembre-se do que disse William Shakespeare:

"Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra..."

quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Amizades são feitas de pedacinhos


Amizades são feitas de pedacinhos.
Pedacinhos de tempo que vivemos com cada pessoa.
Não importa a quantidade de tempo que passamos com cada amigo, mas a qualidade do tempo que vivemos com cada pessoa.
Cinco minutos podem ter uma importância muito maior do que um dia inteiro.
Assim, há amizades que são feitas de risos e dores compartilhados; outras de escola; outras de saídas, cinemas, diversões; há ainda aquelas que nascem e a gente nem sabe de quê, mas que estão presentes.
Talvez essas sejam feitas de silêncios compreendidos, ou de simpatia mútua sem explicação.
Hoje em dia, muitas amizades são feitas só de e-mails e essas não são menos importantes. São as famosas "amizades virtuais." Diferentes até, mas não menos importantes.

Aprendemos a amar as pessoas sem que possamos julgá-las pela sua aparência ou modo de ser, sem que possamos (e fazemos isso inconscientemente às vezes) etiquetá-las.

Há amizades muito profundas que são criadas assim. Saint-Exupéry disse:"Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão importante."

E eu digo que é o tempo que ganhamos com cada amigo que faz cada amigo tão importante.
Porque tempo gasto com amigos é tempo ganho, aproveitado, lembranças para cinco minutos depois ou anos até.

Um amigo se torna importante pra nós, e nós para ele, quando somos capazes, mesmo na sua ausência, de rir ou chorar, de sentir saudade e nesse instante trazer o outro bem pertinho da gente.
Dessa forma, podemos ter vários melhores amigos de diferentes maneiras.

O importante é saber aproveitar o máximo cada minuto vivido e ter depois no baú das
recordações horas para passar com os amigos, mesmo quando estes estiverem longe dos nossos olhos.

(Letícia Thompson)

quarta-feira, 8 de agosto de 2007

A vida me ensinou...




A dizer adeus às pessoas que amo,


Sem tira-las do meu coração;


Sorrir às pessoas que não gostam de mim,


Para mostra-las que sou diferente do que elas pensam;


Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade,


Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;


Calar-me para ouvir;Aprender com meus erros .


Afinal eu posso ser sempre melhor.


A lutar contra as injustiças;


Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo,


A ser forte quando os que amo estão com problemas;


Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho;


Ouvir a todos que só precisam desabafar;


Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;


Perdoar incondicionalmente,


Pois já precisei desse perdão;


Amar incondicionalmente,


Pois também preciso desse amor;


A alegrar a quem precisa;


A pedir perdão;


A sonhar acordada;


A acordar para a realidade (sempre que fosse necessário);


A aproveitar cada instante de felicidade;


A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar


Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas", embora nem sempre consiga entendê-las;


A ver o encanto do pôr-do-sol;


A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;


A abrir minhas janelas para o amor;


A não temer o futuro;
Me ensinou e esta me ensinando a aproveitar o presente, como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesma tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher.


Sou feliz amo minha vida, minha família, meus amigos, meu amor, meus colegas, meus rivais!!!