quinta-feira, 2 de abril de 2009

A mágoa



Você é do tipo que se magoa facilmente?
Pois saiba que a mágoa é um sentimento que se origina do amor-próprio.
Normalmente nos magoamos quando alguém é desleal conosco ou quando alguém age de forma contrária àquilo que desejaríamos.
Há pessoas que se magoam pelas coisas mais insignificantes, - que para elas se tornam super importantes - como quando um amigo esquece de lhe telefonar no dia do seu aniversário ou quando não são convidadas para determinado 'programa' com os colegas de trabalho ou, até mesmo, quando algum conhecido passa por elas pela rua e não as cumprimenta.
O melindroso sempre encontra justificativas para se magoar. Ele está invariavelmente certo e os demais, segundo seu conceito, injustificávelmente mal intencionados.
Esse é um comportamento que torna muito difícil o convívio.
Quem é que se sente à vontade com alguém que pode se resentir ante a mais sutil contrariedade?
Essa é uma das desvantagens de quem é muito suscetível.
Mas não é a única!
A mágoa é como um ácido que coroe o frasco que o contém!
Gera estado patológico de humor, pois o melindrado sente uma necessidade enorme de demonstrar o seu descontentamento.
Por isso, às vezes uma pessoa está bem humorada mas quando se aproxima de quem a magoou, muda radicalmente de conduta, para deixar bem claro de que está ressentida.
Tais condicionamentos doentios, desequilibram as emoções e produzem efeitos inclusive sobre o organismo físico estimulando o aparecimento de disfunções nervosas, problemas de digestão, dores de cabeça, etc.
Além disso, para quem acredita, espíritos desencarnados em estado de depressão podem vir a se ligar à mente da pessoa, que, não raramente, se compraz na mágoa.
Não se deixe abater pelas decepções da vida.
Magoar-se não vai resolver problema algum; pelo contrário, vai agravá-lo mais ainda.
Não se esconda por detrás dos argumentos de que: "Não tem sangue de barata" ou de que "não é capacho de ninguém".
Coragem e dignidade se mostram com equilíbrio dos sentimentos.
Mas você não precisa fingir que não vê o mal que lhe fazem!
Basta compreender que quem faz o mal o faz para si mesmo.
Ademais, tocar a vida com nobreza e esportividade é uma maneira muito mais inteligente de revelar o seu amor-próprio.
Pense que:
A mágoa injustificada nubla a face da tua alegria.
Agasalhando-a, concedes o tempo precioso à argumentação íntima, desnecessária, que te agasta em combate inútil.






2 comentários:

Arlete disse...

Rita linda sua mensagem!!!!!!!!!!!!
Amei! Bjs
Arlete

Alessandro Lamarca disse...

Exatamente. Relaxa!!! Para de se magoar causa de qqr coisa. Deus tem um reino que eh MT maior que qualquer uma dessas coisas fúteis de "ah fulano falou isso é mim"...