sexta-feira, 11 de maio de 2012

O vaso de barro




"Se alguém se purificar dessas coisas, será vaso para honra, santificado, útil para o Senhor e preparado para toda boa obra." II Timóteo 2:21


Construção de um Vaso

Primeira fase

É assim:

Deus escolhe o barro!

Dentre 200 tipos de barros conhecidos, somente 8 servem para fazer o jarro!

Sabe o que isso significa?

Se você foi escolhido por Deus, isso significa que você é um barro bom.


Segunda fase

Fase do curtimento:

É aquela época em que parece que Deus fala com todo mundo, menos com você.
É uma das fases mais importantes, porque o vaso tem que ficar no curtimento.

Quanto mais tempo curtindo, maior liga terá.

Um vaso grande passa por um longo curtimento.
Esta fase depende do tamanho do vaso que Deus quer fazer de você!


Terceira fase

Fase do Pisamento:

É quando o barro é retirado do curtimento, talvez depois de muito tempo, e colocado em um local para ser pisado, para que todo ar seja retirado.
Deus permite que você seja humilhado, pisado para poder tirar todo orgulho, vaidade...
Sabe como é?

Parece que todos falam mal de você, ninguém lhe entende, julgam suas atitudes, etc.


Quarta Fase

Face do Enriquecimento do Barro

Agora o vaso precisa ser misturado com a palha fina, pedra triturada e o resto de cerâmica.

Um vaso sem esses implementos é um vaso fraco e quebra fácil.
Deus não quer vaso fraco.

Quer vaso forte.
Sem o Espírito Santo, humildade, disposição, fé e confiança, o vaso fica fraco.
Ele quer vaso para uso diário, não vaso de porcelana que é usado só de vez em quando.


Quinta Fase

Fase da Modelagem

Agora depois de todo este processo, o oleiro leva o barro para ser moldado e virar vaso.

Depois de Deus ter nos escolhido, nos ter deixado criando liga, ter tirado o nosso orgulho, depois de nos ter fortalecido, Ele finalmente nos começa a moldar.
Então quando estivermos definitivamente prontos, Ele nos enche com Seu Espírito e nos usa de acordo com a Sua vontade.


Sexta Fase

Fase de Cozimento

O vaso será colocado em um forno a uma temperatura que varia em 850º e 1300º e entrará em um processo de cozimento.

Nesta fase impurezas são eliminadas, ele pega liga, se solidifica e entra na penúltima fase de construção.

Esta fase é vital, pois se ele ainda tiver bolhas de ar, vai rachar e terá que recomeçar o processo.


Sétima Fase

Fase de Ornamentação

Agora o artífice, o oleiro vai ornamentar, vai vestir o vaso de cerâmica.

Pintar, filetar, colar adereços, etc...

A partir deste momento ele passa a ter um valor.

Ele vai vale por tudo que o oleiro fez nele.

Agora o vaso está pronto para levar a "assinatura" do artífice.

continua....

Um comentário:

jose reis Soares da Silva Filho disse...

Muito bem desenvolvida a metodologia e exegese. Parabéns.