segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

A flor da Amizade


Era uma vez uma flor que nasceu no meio das pedras.

Quem sabe como, conseguiu crescer e ser um sinal de vida no meio de tanta tristeza.

Passou uma jovem e ficou admirada com a flor.

Logo pensou em Deus. Cortou a flor e a levou para a Igreja.

Mas após uma semana a flor tinha morrido.

Passou um homem, viu a flor pensou em Deus, agradeceu e a deixou ali; não quis cortá-la para não matá-la.

Mas dias depois veio uma tempestade e a flor morreu...

Passou uma criança e achou que aquela flor era parecida com ela:
Bonita, mas sozinha.
Decidiu voltar todos os dias.

Um dia regou, outro dia podou, depois fez um canteiro, colocou adubo...

Um mês depois, lá onde tinha só pedras e uma flor, havia um jardim!

Assim se cultiva uma amizade...
Cultive as suas com muito carinho regando-as todos os dias com o seu melhor!




Um comentário:

Arlete disse...

Rita, a inocencia de uma criança ensinando sempre nós adultos. Linda sua mensagem minha querida, que nossa amizade possa sempre ser regada com muito carinho!
Beijos
Arlete